Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Julia Payne
LONDRES, 22 Jan (Reuters) – Os preços do petróleo operam
estáveis nesta segunda-feira, sustentados por relatos vindos da
Arábia Saudita de que os cortes de produção destinados a
impulsionar as cotações podem continuar para além de 2018.
Um forte crescimento econômico global e uma queda nas
atividades de perfuração nos Estados Unidos, além de um
enfraquecimento do dólar, também dão suporte aos futuros do
petróleo, disseram operadores, embora uma produção adicional na
Líbia limite maiores ganhos.
O petróleo Brent recuava 0,01 dólar, ou 0,01 por
cento, a 68,6 dólares por barril, às 9:09 (horário de Brasília).
O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,09 dólar, ou
0,14 por cento, a 63,46 dólares por barril.
"Um dólar mais fraco e o fim de semana JMMC (encontro de
produtores de petróleo) estão sustentando os preços, mas a volta
das atividades em As-Sarah, na Líbia, é um freio ao rali", disse
Tamas Varga, analista da corretora PVM.
A produção em As-Sarah, no leste da Líbia, foi retomada no
domingo e deverá acrescentar 55 mil barris por dia (bpd) até
segunda-feira. A produção de petróleo da Líbia tem flutuado em
torno de 1 milhão de bpd.
A Arábia Saudita disse no domingo que os maiores produtores
concordam que devem continuar cooperando em relação a sua oferta
após um pacto global por cortes de produção acabar neste ano.
"Existe uma disposição de continuar a cooperação além de
2018…o mecanismo não foi determinado ainda, mas há um consenso
em continuar", disse o ministro de Energia da Arábia Saudita,
Khalid al-Falih, em Omã.
(Reportagem adicional de Henning Gloystein, em Cingapura)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG


Assuntos desta notícia