Clicky

Chart Trading 728×90

Por David Gaffen
NOVA YORK, 12 Out (Reuters) – Os preços do petróleo chegaram
a se recuperar de perdas anteriores, mas acabaram fechando em
queda ao final desta quinta-feira, mesmo após o Departamento de
Energia dos EUA divulgar que houve uma queda maior que a
esperada nos estoques dos EUA e uma redução na produção semanal
do país.
O mercado acabou pressionado por uma projeção baixista da
Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) que
reduziu sua previsão para a demanda por petróleo em 2018.
O petróleo Brent fechou em queda de 0,69 dólar, ou
1,2 por cento, a 56,25 dólares o barril, enquanto o petróleo dos
EUA fechou em queda de 0,70 dólar, ou 1,4 por cento, a
50,60 dólares por barril.
Ambos os contratos ganharam mais de 20 por cento desde
mínimas em junho, com um maior aperto no mercado de petróleo.
Apesar da recuperação, ainda não é claro se os preços da
commodity nos EUA poderão recuperar o nível de quase 53 dólares
por barril atingido no final de setembro. Uma alta inesperada
nos estoques de gasolina levantou preocupações de que os
estoques de petróleo possam começar a subir de novo, o que tirou
a força do rali.
"Com os EUA já no fim do verão…haverá menos demanda por
gasolina nas próximas semanas– isso pode resultar em semanas de
alta nos estoques de petróleo, uma vez que a produção dos EUA
segue alta", disse o analista sênior de energia da Interfax
Energy's Global Gas Analytics, Abhishek Kumar.
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519))
REUTERS LC


Assuntos desta notícia

Join the Conversation