Clicky

MetaTrader 728×90

NOVA YORK, 14 Nov (Reuters) – Os preços do petróleo caíram
pelo terceiro dia consecutivo nesta terça-feira por previsões de
aumento da produção nos Estados Unidos e um cenário menos
otimista para o crescimento da demanda pela Agência
Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês).
Além disso, analistas disseram que os preços do petróleo
foram pressionados por vendas generalizadas nas commodities
globais, lideradas por metais básicos, como níquel e cobre,
devido a dados econômicos chineses mais fracos que o esperado.
Os contratos futuros do Brent caíram 0,95 dólar, ou
1,5 por cento, encerrando a 62,21 dólares por barril, enquanto o
petróleo nos EUA perdeu 1,06 dólar, ou 1,9 por cento,
encerrando a 55,70 dólares por barril, o menor fechamento para
ambos os contratos desde 3 de novembro.
Operadores disseram que as quedas nos últimos dias fizeram
com que os fundos de hedge e outros operadores ficassem nervosos
e vendessem suas posições após especuladores acumularem posições
altistas recordes no complexo de petróleo.
A IEA, enquanto isso, revelou um cenário surpreendentemente
baixista para a demanda por petróleo em seu relatório mensal
sobre o mercado, mostrando uma expectativa de desaceleração no
consumo que confrontava a visão mais altista da Opep na
segunda-feira.
(Por Scott DiSavino; reportagem adicional por Amanda
Cooper, Polina Ivanova e Henning Gloystein)
((Tradução Redação São Paulo 56447764))
REUTERS NS JRG


Assuntos desta notícia

Join the Conversation