Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Bryan Sims
HOUSTON, 29 Jan (Reuters) – Os futuros do petróleo fecharam
em queda nesta segunda-feira, pressionados pelo fortalecimento
do dólar e pelo aumento da produção nos Estados Unidos, mas os
preços permaneceram no caminho para o maior aumento de janeiro
em cinco anos.
O Brent para março recuou 1,06 dólar, ou 1,5 por
cento, a 69,46 dólares o barril, depois de atingir uma máxima de
70,64 dólares.
O petróleo dos EUA (WTI) encerrou em queda de 0,58 dólar, ou
0,9 por cento, a 65,56 dólares o barril.
O dólar terminou em alta ante o real nesta segunda-feira,
com movimento de correção após as recentes e fortes quedas
diante da cena política interna e acompanhando também o
movimento da moeda norte-americana no exterior.
O dólar avançou 0,84 por cento, a 3,1665 reais na
venda, depois de acumular queda de quase 6 por cento nas últimas
cinco semanas.
Um dólar mais forte torna as commodities em dólares mais
caras para outros detentores de moedas.
"Existem alguns sinais de alerta de que talvez o rali esteja
ficando um pouco saturado", disse Gene McGillian, gerente de
pesquisa de mercado da Tradition Energy.
Os analistas esperam que a oferta de petróleo dos EUA
registrem um aumento semanal pela primeira vez em 10 semanas,
mostrou uma pesquisa preliminar da Reuters nesta segunda-feira.
O Instituto Americano do Petróleo (API, na sigla em inglês)
publica seus dados na terça-feira, enquanto os relatórios da
Administração de Informação de Energia dos EUA (AIE) na
quarta-feira.
(Por Bryan Sims, reportagem adicional de Nina Chestney e
Amanda Cooper em Londres e Henning Gloystein em Cingapura)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447745))
REUTERS TH MN

<^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
Oil's relationship with the U.S. dollar http://reut.rs/2DLlM32
GRAPHIC: U.S. oil rig count http://reut.rs/2DIowP1
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^>

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia