Clicky

MetaTrader 728×90

RIO DE JANEIRO, 29 Jan (Reuters) – A Petrobras
está elaborando um novo modelo de contrato de gasolina e óleo
diesel, em busca de estreitar o relacionamento com seus clientes
e elevar sua participação de mercado, informou a empresa em nota
nesta segunda-feira.
O movimento vem após a companhia ver sua participação de
mercado cair no Brasil, onde detém quase 100 por cento da
capacidade de refino, desde o lançamento em outubro de 2016 de
uma política de preços de gasolina e diesel que segue a lógica
do mercado internacional, em busca de rentabilidade.
"Com o novo modelo de contrato de gasolina e óleo diesel
rodoviário em elaboração, a Petrobras tem como objetivo
estreitar o relacionamento com seus clientes, crescer sua
participação de mercado, aumentando sua competitividade por meio
do maior nível de serviço prestado", disse a empresa.
A notícia sobre os novos modelos contratuais foi publicada
pela primeira vez pelo jornal Valor Econômico, nesta
segunda-feira.
Segundo a matéria, as mudanças seriam publicadas em maio
pela empresa e poderiam incluir preços diferenciados.
A Petrobras, entretanto, não quis comentar a data de
publicação das mudanças e negou que os novos contratos vão
contemplar uma diferenciação dos preços praticados pela
Petrobras em seus pontos de venda entre as distribuidoras.
A produção de derivados de petróleo no Brasil em 2017 caiu
4,5 por cento ante o ano anterior, enquanto as importações de
produtos derivados foram as maiores desde pelo menos o ano 2000,
segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e
Biocombustíveis (ANP).

(Por Marta Nogueira; Edição de Luciano Costa)
(([email protected]; +55 21 2223 7104; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia