Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

LISBOA, 11 Mai (Reuters) – A Comissão de Mercado de Valores
Mobiliários (CMVM), reguladora do mercado em Portugal, suspendeu
a negociação de ações da elétrica Energias de Portugal (EDP) e
da EDP Renováveis após um jornal local publicar que um consórcio
chinês com a China Three Gorges (CTG) prepara uma oferta pública
de aquisição (OPA) pela companhia.
De acordo com o "Expresso", um grupo chinês que incluiria a
CTG, que já é o maior acionista da EDP, com 28,25 por cento,
prepara uma oferta pela empresa, e o governo português não deve
criar entraves políticos à operação.
"A CMVM suspendeu a negociação das ações da EDP e da EDP
Renováveis até que seja divulgado pela EDP qualquer informação
relevante", disse uma fonte oficial da CMVM, sem fazer
referência à notícia sobre o interesse dos chineses.
A suspensão das negociações das ações, no entanto, aconteceu
após o fechamento do mercado. Os papéis da EDP fecharam em alta
de 0,75 por cento, para 3,11 euros, enquanto as da EDP R
avançaram 0,58 por cento, para 7,845 euros.
Segundo o jornal Expresso, o governo português poderá apoiar
a operação.
A publicação disse, porém, que "não é claro, para já, qual o
sentido da recomendação que o Conselho de Administração da EDP
dará aos acionistas, dado que, aparentemente, se trata de uma
oferta não solicitada".
A EDP possui atuação internacional, incluindo no Brasil,
onde controla da EDP Brasil, com ativos em geração, distribuição
e comercialização de eletricidade.
As ações da EDP Brasil passaram a subir após a notícia, e
operavam em alta de 4,8 por cento por volta das 14:22, contra
queda de 0,5 por cento do Ibovespa e de 1,2 por cento no Índice
de Energia Elétrica (IEE) da bolsa.
(Por Sérgio Gonçalves)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519))
REUTERS LC RS

(([email protected]; 5511 5644 7519;
Reuters Messaging: [email protected]
– Twitter: @AnaliseEnergia))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation