Clicky

MetaTrader 728×90

BRASÍLIA (Reuters) – O governo vai manter a meta de déficit primário de 2019 em 139 bilhões de reais para o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência), afirmou nesta quinta-feira uma fonte da equipe econômica, acrescentando que, no entanto, a previsão do rombo para 2020 será elevada a 110 bilhões de reais, sobre 65 bilhões de reais antes.

Segundo a fonte, que falou à Reuters em condição de anonimato, a meta de 2020 foi piorada, entre outros, porque a reforma da Previdência não foi aprovada agora. O número anterior "era irrealista".

MetaTrader 300×250

Para 2021, o governo irá indicar rombo primário de 70 bilhões de reais para o governo central, oitavo déficit consecutivo registrado pelo país se confirmado.

(Por Marcela Ayres)
2018-04-12T135130Z_1_LYNXMPEE3B1AT_RTROPTP_1_BRAZIL.JPG urn:newsml:onlinereport.com:20180412:nRTROPT20180412135130LYNXMPEE3B1AT Moedas de real em foto ilustração fotogradas no Rio de Janeiro, Brasil OLBRTOPNEWS Reuters Brazil Online Report Top News 20180412T133459+0000 20180412T135130+0000


Assuntos desta notícia

Join the Conversation