Clicky

MetaTrader 728×90

BRASÍLIA, 21 Nov (Reuters) – O ministro da Fazenda, Henrique
Meirelles, afirmou nesta terça-feira que "não necessariamente"
seria preciso esperar a aprovação da reforma da Previdência para
votar medidas provisórias relativas ao Orçamento de 2018.
Falando a jornalistas antes de audiência pública conjunta na
Câmara dos Deputados, Meirelles reiterou a confiança de que as
novas regras da Previdência sejam aprovadas na Casa este ano,
afirmando que, a partir de então, "o Senado focará de maneira
importante nisso".

(Reportagem de Marcela Ayres; Texto de Camila Moreira; Edição
de)
(([email protected]; 55 11 5644-7729; Reuters
Messaging: [email protected]))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia