Clicky

Chart Trading 728×90

SÃO PAULO, 15 Set (Reuters) – Leilões para contratar
novas usinas de geração de energia agendados para dezembro deste
ano atraíram interesse de grande número de investidores, que
cadastraram quase 3 mil projetos para disputar as licitações,
disse a estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE).
O leilão A-4, em que as usinas precisam começar a operar em
2021, teve quase 48 gigawatts inscritos, em 1.676
empreendimentos, entre usinas eólicas, à biomassa, parques
solares e pequenas hidrelétricas.
No certame A-6, com início da geração estimado em 2023,
cadastraram-se 1.092 projetos, ou 53,4 gigawatts em capacidade,
entre usinas eólicas, hidrelétricas e termelétricas a gás,
carvão ou biomassa.
A EPE disse que "parte significativa" dos projetos se
inscreveu para ambos os leilões e que as usinas eólicas foram o
destaque, com mais de 550 empreendimentos, ou 18 gigawatts.
Já em hidrelétricas haverá apenas um empreendimento no
leilão, cuja concessão será oferecida a investidores, a usina
Telêmaco Borba, no Paraná, com 118 megawatts.

(Por Luciano Costa; Edição de Gabriela Mello)
(([email protected]; 5511 5644 7519;
Reuters Messaging: [email protected]
– Twitter: @AnaliseEnergia))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation