Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 24 Nov (Reuters) – O governo ampliou o prazo para
que as distribuidoras de energia elétrica declarem sua demanda
por compra de eletricidade antes de dois leilões agendados para
dezembro, nas quais as empresas poderão fechar contratos com
usinas de geração para atender às necessidades de seus clientes.
Segundo portarias do Ministério de Minas e Energia no Diário
Oficial da União desta sexta-feira, as distribuidoras terão
agora até 1° de dezembro para apresentar ao governo sua demanda
para os leilões A-4 e A-6, que contratarão novas usinas para
entrada em operação a partir de 2021 e 2023, respectivamente.
Também foi alterado o prazo para que as distribuidoras
apresentem suas declarações de necessidade de energia para os
leilões A-1 e A-2, nos quais elas poderão fechar contratos para
suprimento em 2018 e 2019.
Para esses leilões, que contratarão eletricidade de usinas
existentes, o prazo para apresentar a demanda é agora até 8 de
dezembro.
Os leilões A-4 e A-6 acontecem em 18 e 20 de dezembro,
enquanto o A-1 e o A-2 estão marcados para 22 de dezembro.
Acesse aqui a íntegra das portarias do ministério no Diário
Oficial da União: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=24/11/2017&jornal=515&pagina=88&totalArquivos=176

(Por Luciano Costa; Edição de Camila Moreira)
(([email protected]; 5511 5644 7519;
Reuters Messaging: [email protected]
– Twitter: @AnaliseEnergia))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia