Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Terray Sylvester
PAHOA, Havaí, 6 Jun (Reuters) – Um crescente fluxo de lava
saindo de uma fissura no sopé do vulcão Kilauea, no Havaí,
destruiu mais dezenas de casas e ocupou uma pequena baía no
leste da maior ilha do Estado norte-americano, estimaram
autoridades da defesa civil na terça-feira.
Os números mais recentes –até 80 estruturas a mais do que o
contabilizado anteriormente como destruídas pela lava em duas
subdivisões recentemente esvaziadas– pode levar o número de
casas e outros prédios perdidos durante os últimos 30 dias a
quase 200.
Esse número faria com que as perdas de propriedades em
decorrência da instabilidade do Kilauea, que entrou em seu 34º
dia na terça-feira, alcançasse o mesmo nível das 215 estruturas
destruídas pela lava durante todos os 35 anos do último ciclo de
erupção do vulcão, que começou em 1983.
Na segunda-feira, a agência de defesa civil do Havaí
informou que o número confirmado de construções perdidas devido
à atual erupção era de 117, em sua maioria propriedades
residenciais. Cerca de 80 destas estruturas foram destruídas na
comunidade Leilani Estates, onde fissuras de lava surgiram no
chão no dia 3 de maio, no lado leste do vulcão.
(Reportagem adicional de Steve Gorman, em Los Angeles)
((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 22237141))
REUTERS MCP PF


Assuntos desta notícia