Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

SANTIAGO, 12 Abr (Reuters) – A Latam Airlines , maior
grupo de transporte aéreo da América Latina, não chegou a um
acordo em reunião na quinta-feira com o sindicato em greve de
sua subsidiária LAN Express, elevando a possibilidade da empresa
ter que cancelar mais voos.
O Sindicato da Tripulação de Cabine da LAN Express, que
inclui cerca de 1 mil trabalhadores da companhia aérea, iniciou
a paralisação na terça-feira, exigindo principalmente melhora
dos turnos de descanso, além da manutenção dos salários para
empregados novos.
"As condições que nos oferecem seguem sendo insuficientes,
não trouxeram nenhuma proposta concreta, continuam sendo as
mesmas, que não vão no sentido que buscamos, que é ter um dia a
mais de descanso", disse a jornalistas a presidente do
sindicato, Silka Seitz, após a reunião com a empresa.
As partes marcaram um novo encontro para próxima
segunda-feira.
A paralisação afetou centenas de voos da Latam no
Chile, como também conexões na América do Sul. No entanto, os
serviços de longa distância não foram impactados.
De acordo com a companhia aérea, 800 voos foram cancelados
até 18 de abril e 126 mil passageiros foram afetados pela greve.
A empresa sediada em Santiago tem unidades de operação na
Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai e Peru.
(Por Felipe Iturrieta)
((Tradução Redação São Paulo; 55 11 56447553))
REUTERS GM RBS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation