Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

RIO DE JANEIRO, 13 Nov (Reuters) – A Justiça Federal decidiu
retomar trâmite de ação penal, movida pelo Ministério Público
Federal, que acusa 21 pessoas de homicídio qualificado, devido
ao rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, há
dois anos, na cidade de Mariana (MG).
O processo estava paralisado, desde julho, após a defesa de
dois dos 21 réus alegarem supostas irregularidades em provas
juntadas ao processo, que decorreriam, segundo eles, de excesso
do período de monitoramento telefônico e de violação à
privacidade dos réus.

(Por Marta Nogueira; edição de Roberto Samora)
(([email protected]; +55 21 2223 7104; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation