Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta sexta-feira (30).

ÁSIA – O índice Asia Dow ficou em queda de 0,05% aos 3.591. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em queda de 0,35% aos 29.074. O Xangai Composite ficou em alta de 0,01% aos 3.317. O índice Kospi, Coreia do Sul, fechou em queda de 0,04% aos 2.475 pontos. O índice FTSE Straits, Singapura, ficou em alta de 0,47% aos 3.449. O índice Nikkei 225 ficou em alta de 0,41% aos 22.819. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em queda de 0,95% aos 32.832. As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta sexta-feira, diante do adiamento da votação do projeto de reforma fiscal nos Estados Unidos.. Em Tóquio, o índice Nikkei fechou com valorização de 0,41%, em um pregão volátil marcado por oscilações do iene ante o dólar. A moeda americana é negociada a 112,43 ienes, no momento, contra 112,62 ienes de ontem à tarde. Na China, foi divulgado o índice de gerentes de compras (PMI) da indústria chinesa pela IHS Markit/Caixin. O índice ficou em 50,8 em novembro, caindo em relação a 51,0 em outubro.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 seguia em queda de 0,65% aos 384.17, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) estava em queda de 0,90% aos 22.166; o Ibex 35 (Madri) estava em queda de 0,56% aos 10.152; o DAX 30 (Frankfurt) estava em queda de 1,13% aos 12.877; o FTSE-100 (Londres) ficou em queda de 0,37% a 7.299; o CAC 40 (Paris) seguia em queda de 0,99% aos 5.319 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) estava em alta de 0,16% aos 5.371. Na Europa, predomina clara aversão ao risco, motivada pelas dúvidas em relação à aprovação da reforma tributária nos Estados Unidos e as dificuldades que Angela Merkel vem encontrando nas negociações para formar o novo governo. O euro registrou o melhor desempenho nas negociações ao longo da madrugada. Subiu 0,85% contra a moeda americana, sendo cotado a US$ 1,1936, contra US$ 1,1901 na tarde de ontem. Um peso para os exportadores europeus.

ESTADOS UNIDOS – O S&P (futuros) opera em queda de 0,37% aos 2.638; o Dow Jones (futuros) opera em queda de 0,23% aos 24.218; e o Nasdaq (futuros) segue em queda de 0,63% aos 6.329. Mercados de ações globais operam sem grandes motivações, enquanto os investidores esperam pela votação da reforma tributária pelo Senado norte-americano, prevista para ontem, adiada para hoje de manhã. A frustração com o adiamento da aprovação da reforma fiscal derrubou o dólar frente às principais moedas, bem como a remuneração das treasuries. O índice DXY, que segue o valor do dólar frente a uma cesta de moedas, recua 0,25%.

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em alta na bolsa de Futuros de Londres em 0,56% aos US$64,70 o barril.

O petróleo WTI segue em alta de 0,64%, cotado a US$ 57,77 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta de 2,91% aos US$70,11 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$959,57, alta de 0,01%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$953,00 e alta de 0,45%, a tonelada.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL – A bolsa de ações de São Paulo deverá recuperar as quedas com o noticiário praticamente enterrando a possibilidade de aprovação da reforma da Previdência neste ano. O comportamento do mercado norte-americano deverá seguir no radar dos investidores com as incertezas da reforma fiscal pelo Senado americano. O dólar abriu em alta de 0,16% a R$3,276 na venda.

AGENDA – Quinta-feira

No Brasil, a FGV apresenta o IPC-S, o IBGE divulga o PIB, a CNI vem com o INEC, o MDIC divulga a Balança Comercial e a Fenabrave divulga as Vendas de Veículos. Nos Estados Unidos, os discursos de presidentes do Fed, o PMI Industrial pela Markit, o ISM Industrial e os Gastos com Construção.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation