Clicky

MetaTrader 728×90

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta terça-feira (09).

ÁSIA – Ao final, o índice Asia Dow ficou em alta de 0,34% aos 3.790. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em alta de 0,36% aos 31.011. O Xangai Composite ficou em alta de 0,13% aos 3.413. O índice Kospi, Coreia do Sul, ficou em queda de 0,12% aos 2.510 pontos. O índice FTSE Straits, Singapura, ficou em alta de 0,36% aos 3.524. O índice Sensex, bolsa da Índia, ficou em alta de 0,26% aos 34.443. O índice Nikkei 225, bolsa de Tóquio, ficou em alta de 0,57% a 23.849. O índice futuros XJO, da bolsa de valores de Sidney, ficou em alta de 0,09% aos 6.135. Os mercados de ações da Ásia subiram pelo sexto dia consecutivo, se constituindo no melhor início de ano desde 2006, sustentados por perspectiva otimistas para economia global. As ações mantiveram as melhores valorizações dos últimos três anos. O índice regional de ações MSCI Asia Pacific apurou ganho de 0,4% no pregão de hoje. Em Tóquio, o índice Nikkei subiu, em que pese a valorização do iene diante do dólar, em reação a decisão do Banco do Japão (BoJ) de reduzir o tamanho de sua última compra de bônus, ação interpretada como um sinal de um provável aperto monetário em cerca de um ano. O dólar recuou para 112,88 ienes de 113,11 ienes no fim da tarde de ontem.

MetaTrader 300×250

EUROPA – Há pouco, o índice Stoxx Europe 600 estava em alta de 0,38% a 399.94, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,54% aos 22.969; o Ibex 35 (Madri) estava em alta de 0,52% aos 10.452; o DAX 30 (Frankfurt) estava em alta de 0,07% aos 13.376; o FTSE-100 (Londres) seguia em alta de 0,41% a 7.727; o CAC 40 (Paris) seguia em alta de 0,54% aos 5.516; e o PSI-20 (Lisboa) estava em alta de 0,91% aos 5.698. As bolsas operam em alta e a moeda principal segue perdendo força ante o dólar americano, prejudicado pelos temores que cercam as tratativas do governo alemão para formar uma coalizão para dar suporte ao governo de Angela Merkel.

ESTADOS UNIDOS – O S&P (futuros) opera em alta de 0,05% aos 2.748; o Dow Jones (futuros) opera em alta de 0,18% aos 25.296; e o Nasdaq (futuros) segue em alta de 0,10% aos 6.695. O Russel 2000 segue em alta de 0,12% a 1.561. Os mercados de ações americanos devem manter a tendência de alta, no dia de hoje, conforme sinaliza os principais índices futuros de ações da bolsa de Nova York, que operam no azul. O juro pago pelo T-Bond de 10 anos avançou na máxima de 2,50% de 2,475% observado no final da tarde de ontem. O dólar sustenta a valorização diante das principais moedas, observada ontem.

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em alta na bolsa de Futuros de Londres em 0,58% a US$69,54 o barril.

O petróleo WTI segue em alta de 0,53%, cotado a US$ 62,07 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, ficou em alta de 0,94% a US$78,47 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$1003,33, alta de 0,37%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$981,69 e alta de 0,24%, a tonelada.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL – A bolsa de ações de São Paulo opera no azul, contagiada pelo otimismo que envolve os mercados acionários globais, ignorando o cenário político. O índice principal segue buscando os 80 mil pontos. Na agenda econômica, divulgações que podem mexer com mercado de juros. O dólar comercial segue em alta de 0,11% a R$3,240.

AGENDA – Terça-feira

No Brasil, a FGV/IBRE apresentou os Indicadores do Mercado de Trabalho e o IGP-DI, o IBGE mostrou as Vendas no Varejo e o Tesouro vai mostrar o Leilão de Notas. Na Alemanha, será apresentada a Produção Industrial. Na Zona do Euro será apresentada a Taxa de Desemprego. Nos Estados Unidos, a Confiança do Pequeno Empresário, Criação de Emprego e discurso de presidente do Federal Reserve. Na China será divulgado o PPI.


Assuntos desta notícia