Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 13 Jun (Reuters) – A hidrelétrica de Belo Monte,
no Pará, recebeu autorização para iniciar a operação em regime
comercial de uma nova unidade geradora, o que levará a usina a
um total de 15 máquinas em operação, de um total de 24.
Segundo despacho da Agência Nacional de Energia Elétrica
(Aneel) no Diário Oficial da União desta quarta-feira, a unidade
geradora com aval para operação soma 611,1 megawatts em
capacidade.
Com isso, o empreendimento no rio Xingu passará a operar com
cerca de 5,7 gigawatts em capacidade, o que já a coloca entre as
maiores do Brasil.
Quando concluída, o que é previsto para 2019, a usina de
Belo Monte será uma das maiores do mundo, com 11,2 gigawatts. No
Brasil, ela ficará atrás apenas da binacional Itaipu, em
parceria com o Paraguai, que soma 14 gigawatts.
Orçada em mais de 35 bilhões de reais, Belo Monte tem como
principais sócios a estatal Eletrobras , as elétricas
Cemig , Light e Neoenergia, a mineradora
Vale e fundos de pensão.
http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=13/06/2018&jornal=515&pagina=59&totalArquivos=96

(Por Luciano Costa; edição de Roberto Samora)
(([email protected]; 5511 5644 7519;
Reuters Messaging: [email protected]
– Twitter: @AnaliseEnergia))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation