Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 13 Nov (Reuters) – O governo federal tem votos
suficientes para aprovar no Congresso seus planos de
privatização da Eletrobras , mesmo em meio a um
cenário tenso devido à aproximação das eleições de 2018, disse à
Reuters nesta segunda-feira o diretor de Estratégia da
consultoria de análise política Arko Advice, Thiago de Aragão.
Ele avalia, no entanto, que uma deliberação sobre o assunto
deve acontecer apenas após o Carnaval de 2018, devido à
prioridade do governo à aprovação de uma reforma na Previdência
e à escolha do presidente Michel Temer de encaminhar a discussão
da desestatização da companhia por meio de um Projeto de Lei, ao
invés de uma medida provisória (MP), conforme previsto
anteriormente.
"A aprovação (à proposta de desestatização) é boa, ela é
alta. Acho que ela, por incrível que pareça, é mais simples que
a reforma da Previdência… já havia sondagens informais,
conversas sobre o tema. O processo não foi no escuro, foi
baseado em uma suspeita de que o ambiente é favorável", explicou
Aragão.

(Por Luciano Costa; edição de Roberto Samora)
(([email protected]; 5511 5644 7519;
Reuters Messaging: [email protected]
– Twitter: @AnaliseEnergia))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation