Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

SÃO PAULO, 26 Mai (Reuters) – O ministro da Secretaria de
Governo, Carlos Marun, disse neste sábado que o governo vai
começar a aplicar multas de 100 mil reais por hora parada para
as transportadoras que não voltarem à atividade e que o governo
tem convicção da existência de locaute, quando empresários
impedem funcionários de trabalharem, no movimento dos
caminhoneiros.
"A Polícia Federal já tem inquéritos abertos para investigar
essas suspeitas (de locaute)", disse Marun, acrescentando que a
PF já levantou informações suficientes para dar suporte a
pedidos de prisão e aguarda a manifestação da Justiça.
Segundo o ministro, que falou a jornalistas após reunião dos
ministros do Gabinete de Acompanhamento da Normalização do
Abastecimento com o presidente Michel Temer, o governo
determinou ainda a aplicação de multa em caminhões com insumos
de saúde que estejam parados aderindo ao movimento.
Em relação ao abastecimento, Marun disse que as
termelétricas de Roraima já foram abastecidas e as de Rondônia
estão em abastecimento.
Marun destacou que ainda há situações graves de
desabastecimento de alguns aeroportos, embora o governo tenha o
objetivo de normalizar a situação de importantes aeroportos
ainda neste sábado.
Segundo as informações mais recentes da Infraero, 10 dos 44
aeroportos sob sua administração estavam sem combustível no fim
da manhã deste sábado. Além disso, o aeroporto de Brasília, que
não é administrado pela Infraero estava no segundo dia sem
querosene de aviação.

(Por Flavia Bohone; Edição de Raquel Stenzel)
(([email protected]; 55 11 5644-7727; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia