Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 9 Mai (Reuters) – A Gerdau avalia que
os preços de aço nos Estados Unidos deverão subir nos próximos
trimestres em ritmo acima ao do avanço dos custos com insumos, o
que deve ajudar a companhia a atingir objetivo de obter margem
operacional de dois dígitos.
O grupo siderúrgico divulgou mais cedo lucro líquido
ajustado de 451 milhões de reais para o primeiro trimestre,
resultado que reverteu prejuízo de 34 milhões sofrido um ano
antes, em um desempenho apoiado por aumento na demanda por aço e
nos preços da liga na América do Norte e no Brasil.
"Temos oportunidade de evoluir desempenho e performance na
América do Norte. Nosso objetivo é subir a margem Ebitda para 2
dígitos", disse o presidente-executivo da Gerdau, Gustavo
Werneck, em teleconferência com jornalistas. Ele não especificou
quando a empresa poderá atingir o objetivo.
"O primeiro trimestre teve forte alta de custo de
matéria-prima e conseguimos repassar para o mercado, nos
próximos meses os movimentos do aço devem ser superiores ao
custo de matéria-prima, com aumento de demanda, o que deve
melhorar margens", acrescentou o executivo.
No primeiro trimestre, a margem de lucro antes de juros,
impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da Gerdau na
operação da América do Norte, formada por EUA, Canadá e México,
subiu de 4,3 por cento um ano antes para 5,6 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr., edição Paula Arend Laier)
(([email protected]; 5511-5644-7753; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia