Clicky

MetaTrader 728×90

Por Manolo Serapio Jr
MANILA, 13 Mar (Reuters) – Os futuros do minério de ferro na
China caíram ainda mais nesta terça-feira para perto do menor
nível desde novembro, conforme os grandes de estoques no país,
maior consumidor global da matéria-prima, pressionaram os preços
no mercado à vista para menos de 70 dólares a tonelada pela
primeira vez em três meses.
Uma demanda fraca na China tem mantido os estoques de
minério de ferro nos portos do país perto de níveis recordes, em
cerca de 159 milhões de toneladas –suficiente para construir a
Harbour Bridge de Sydney, na Austrália, 1.900 vezes.
O contrato mais ativo do minério de ferro na bolsa de
Dalian , para entrega em maio, fechou em queda de 0,5
por cento, a 479 iuanes (76 dólares) por tonelada. O contrato,
com perdas acumuladas de 9 por cento neste ano, tocou 475,50
iuanes na segunda-feira, o menor nível desde 20 de novembro.
Já o minério para entrega imediata no porto de Qingdao
caiu 0,21 por cento, para 69,78 dólares por
tonelada.
"Os mercados estão preocupados por achar que as usinas
chinesas poderão sofrer para acabar com o excesso de estoques de
aço, que elas alimentaram antecipando uma demanda mais forte na
temporada de construção", disse o analista Vivek Dhar, do
Commonwealth Bank of Australia.
O contrato mais negociado de vergalhão de aço na bolsa de
Xangai caiu 0,7 por cento, para 3.695 iuanes a
tonelada. Ele tocou uma mínima de três meses e meio de 3.663
iuanes na sexta-feira.
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519))
REUTERS LC RBS


Assuntos desta notícia