Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

PEQUIM, 14 Jun (Reuters) – Os futuros do vergalhão de aço na
China ampliaram os ganhos nesta quinta-feira, pelo terceiro
pregão, depois que o país disse que proibirá novas capacidades
de produção de aço, coque e alumínio primário em algumas áreas
importantes.
Como parte de um novo plano antipoluição de três anos, o
conselho estatal prometeu uma repressão a qualquer nova
capacidade de aço, coque e alumínio eletrolítico em regiões como
Pequim-Tianjin-Hebei e o Delta do Rio Yangtze para conter as
emissões industriais, que são apontadas como uma das principais
fontes de poluição.
O anúncio foi feito poucos dias depois de o Ministério do
Meio Ambiente ter dito que vai realizar uma nova rodada de
inspeções em 28 cidades do norte chinês e em outras regiões
propensas à poluição, de junho a abril do próximo ano.
O contrato do vergalhão mais ativo na Bolsa de Xangai
fechou em alta de 0,9 por cento, a 3.897 iuanes (609,75
dólares) por tonelada.
Os futuros do minério de ferro negociados na Bolsa de Dalian
subiram 0,9 por cento, para 473,5 iuanes por tonelada.
No porto de Qingdao, o minério à vista ficou
em 68,49 dólares por tonelada, alta de 2,19 por cento.
(Por Muyu Xu)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG LC


Assuntos desta notícia

Join the Conversation