Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Tommy Wilkes
LONDRES, 17 Abr (Reuters) – O euro chegou a subir acima de
1,24 dólar nesta terça-feira, para a máxima de três semanas,
após dados econômicos sólidos da China e a redução da
preocupação com mais ataques norte-americanos na Síria terem
reanimado o apetite por risco, embora uma pesquisa mensal sobre
a confiança do investidor alemão tenham afetado o otimismo.
Declarações do presidente norte-americano, Donald Trump,
sobre a Rússia e a China tentando desvalorizar suas moedas esta
semana pesaram sobre o dólar, com os investidores acreditando
que o governo dos EUA quer ver uma moeda mais fraca.
Isso ajudou o euro a ir a 1,2412 dólar , nível mais
alto desde 28 de março. Mas a moeda única perdeu força após
pesquisa mensal mostrar que a confiança entre os investidores
alemães estava se deteriorando.
Às 08:50 (horário de Brasília), o euro tinha perdas
de 0,02 por cento, a 1,2375 dólar, enquanto o dólar tinha
variação negativa de 0,01 por cento contra a cesta de moedas
, a 89,419.
"Tem havido uma fraqueza geral no dólar e o sentimento de
risco parece estar se restabelecendo um pouco. Isso está
sustentando o euro, mas também a libra e as moedas asiáticas",
disse Alvin Tan, estrategista de câmbio do Société Générale.
A economia da China cresceu 6,8 por cento no primeiro
trimestre de 2018 em comparação com o mesmo período do ano
anterior, mostraram dados divulgados nesta terça-feira, acima
das expectativas e repetindo o ritmo do trimestre anterior.

(Por Tommy Wilkes)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia