Clicky

MetaTrader 728×90

(Texto atualizado com mais informações)
SÃO PAULO, 12 Mar (Reuters) – Economistas de instituições financeiras
passaram a ver novo corte de 0,25 ponto percentual na taxa básica de juros na
reunião do Banco Central na próxima semana, diante da persistente fraqueza da
inflação, de acordo com a pesquisa Focus do BC divulgada nesta segunda-feira.
A expectativa agora é de que a Selic seja reduzida dos atuais 6,75 por cento
para a nova mínima histórica de 6,5 por cento no encontro dos dias 20 e 21 de
março do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC. Para 2019, as projeções
continuaram em 8 por cento.
A inflação baixa ratifica essa expectativa, depois que o IPCA atingiu o
menor nível em 18 anos para fevereiro a 0,32 por cento. Nos 12 meses até
fevereiro, o IPCA acumulou avanço de 2,84 por cento, menor leitura para o
período desde 1999.
As apostas de novo corte este mês já haviam aumentado no mercado de juros
futuros e se consolidaram após o presidente do BC, Ilan Goldfajn, reconhecer que
a inflação lenta vem surpreendendo até a autoridade monetária.
Para o Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, a Selic também deve
ser reduzida em 0,25 ponto na próxima semana, mantendo a visão anterior.
Entretanto, o grupo vê aumento na mesma proporção em dezembro, preservando a
projeção de que ela ficará em 6,75 por cento ao fim de 2018.
Para 2019, o Top-15 ainda aumentou a conta para a Selic a 9 por cento, sobre
8 por cento antes.
No Focus, a expectativa para a inflação medida pelo IPCA neste ano foi
reduzida pela sexta semana seguida, a 3,67 por cento, 0,03 ponto percentual a
menos do que na semana anterior. Para o ano que vem a conta caiu a 4,20 por
cento, de 4,24 por cento.
Os especialistas consultados passaram a ver ainda crescimento do Produto
Interno Bruto (PIB) neste ano de 2,87 por cento, sobre 2,90 por cento antes. Em
2019, a expansão aceleraria a 3 por cento, sem alteração.
Veja abaixo as principais projeções do mercado para a economia brasileira,
de acordo com a pesquisa semanal do Banco Central com cerca de 100 instituições
financeiras.
Mediana das expectativas do mercado
2018 2019
Há 1 Hoje Há 1 Hoje
semana semana
IPCA (%) 3,70 3,67 4,24 4,20
IGP-DI (%) 4,31 4,20 4,25 4,25
IGP-M (%) 4,22 4,24 4,40 4,40
IPC-Fipe (%) 3,35 3,41 4,10 4,12
Taxa de câmbio – fim
de período (R$) 3,30 3,30 3,38 3,39
Taxa de câmbio –
média (R$) 3,28 3,28 3,34 3,34
Selic – fim de
período (%) 6,75 6,50 8,00 8,00
Selic – média (%) 6,75 6,53 7,75 7,75
Dívida líquida/PIB (%) 55,10 55,00 57,70 57,60
PIB (%) 2,90 2,87 3,00 3,00
Produção industrial (%) 3,90 3,97 3,35 3,50
Conta corrente (US$) -26,10 -26,60 -38,50 -39,25
Balança comercial (US$) 54,50 55,00 45,00 45,00
IDP (US$) 80,00 80,00 80,00 80,00
Preços administrados (%) 4,94 4,95 4,48 4,43
Mediana – Top 5
2018 2019
Há 1 Hoje Há 1 Hoje
semana semana
Curto prazo
IPCA (%) 3,67 3,54 4,25 4,25
IGP-DI (%) 4,04 4,13 4,23 4,25
IGP-M (%) 4,00 4,25 4,20 4,33
Taxa de câmbio – fim
de período (R$) 3,35 3,40 3,38 3,41
Selic – fim de
período (%) 6,63 6,50 7,75 8,00
— — — — —
Médio prazo
IPCA (%) 3,67 3,67 4,25 4,00
IGP-DI (%) 4,35 4,10 4,25 4,25
IGP-M (%) 4,35 4,51 4,25 4,50
Taxa de câmbio – fim
de período (R$) 3,35 3,34 3,39 3,42
Selic – fim de
período (%) 6,75 6,75 8,00 9,00

(Por Camila Moreira; Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 55 11 5644-7729; Reuters Messaging:
[email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia