Clicky

FGV anuncia deflação no IPC-C1 de junho

MetaTrader 728×90

O dia foi pesado para os principais mercados de risco do mundo, exceção para bolsa de Xangai e Milão. O dólar também sofreu em relação ao euro e o alívio foi somente no petróleo, assim mesmo em recuperação das perdas de ontem e depois do DOE (Departamento de Energia) indicar queda dos estoques de petróleo e derivados na semana passada nos EUA.

No Brasil, tivemos clima político tenso com as avaliações da entrega da defesa de Temer para a CCJ e posição do relator Sérgio Zveiter. Até aqui estava tudo muito tranquilo para a CCJ votar contra a denúncia e levar mesmo quadro para a plenária. Porém, pelo noticiário, Zveiter pode relatar o catamento da denúncia e a tendência cada vez mais presente de desembarque do PSDB da base, complica um pouco mais. Mesmo com esse clima ruim, o presidente que ontem fez “romaria” com parlamentares manteve viagem para a reunião do G-20, ao mesmo tempo em que seu substituto na presidência, ia para a Argentina.

MetaTrader 300×250

Temer pressionou seus ministros em reunião extra pauta para que derrubem a denúncia e acelere o fato política das reformas. O fato é que o clima político segue tenso e só atrapalha o comportamento dos mercados. Exemplo disso é que o CDS (Credit Default Swap) do Brasil (taxa de risco de crédito) subiu para 248,7 pontos.

O Conselho de Ética arquivou o pedido de cassação de Aécio. Na economia, a FGV anunciou deflação no IPC-C1 de junho das classes de baixa renda de 0,45%, contra inflação no mês anterior de 0,67%. O indicador antecedente de emprego caiu 2,7% e o indicador de desemprego (ICD) caiu 0,7%.

Os DIs tiveram dia de leve queda de juros e o dólar terminou em alta de 0,21% e cotado a R$ 3,30. Na Bovespa, na sessão de 04 de julho, os investidores estrangeiros retiraram recursos no montante de R$ 14,38 milhões, mas com julho ainda positivo em R$ 93,0 milhões e o ano com ingressos de R$ 4,98 bilhões. A poupança teve o melhor mês desse ano de 2017 com aplicações líquidas de R$ 6,09 bilhões, mas os saques do ano estão em R$ 12,29 bilhões. A Anbima anunciou que a captação dos fundos no semestre atingiu R$ 113,6 bilhões e o patrimônio dos fundos ascende a R$ 3,8 trilhões.

No segmento internacional, os EUA divulgaram o saldo comercial de maio em US$ 46,5 bilhões, em queda de 2,3% sobre o mês anterior. No país, a pesquisa ADP sobre criação de vagas no setor privado mostrou expansão de 158000 posições, mas o esperado era +180000. Já os pedidos de auxílio desemprego cresceram 4000 posições para 248000. Donald Trump pediu que a Rússia interrompa apoio para regiões hostis e citou Síria e Irã. O DOE (Departamento de Energia ) dos EUA anunciou que os estoques de petróleo encolheram na semana passada 6,3 milhões de barris e queda na gasolina.

Na sequência dos mercados, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,40%, com o barril cotado a US$ 45,31. O euro era transacionado em alta para
US$ 1,142 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 2,36%. O ouro e a prata com leve alta na Comex e commodities agrícolas com comportamento misto.

No mercado acionário, dia de queda nas principais bolsas europeias, com Londres perdendo 0,41%, Paris com -9,53% e Frankfurt com -0,58%. Madri em queda de 0,53% e Milão com alta de 0,51%. No mercado americano, dia de queda do Dow Jones de 0,73% e Nasdaq com -1,00% Na Bovespa, queda de 1,08% e índice em 62470 pontos.

Na agenda de amanhã, teremos o IGP-DI de junho e a inflação oficial de junho pela IPCA (na verdade deflação). Nos EUA, teremos o payroll com a criação de vagas no conjunto da economia e a taxa de desemprego.

Boa noite.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia