Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

SÃO PAULO, 17 Mai (Reuters) – A estimativa de produção de
milho segunda safra do Brasil, a principal colheita do cereal do
país, poderá ser revisada para baixo novamente, diante da falta
de chuvas na primeira quinzena de maio em importantes Estados
produtores, como Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo, afirmou
nesta quinta-feira a consultoria INTL FCStone.
A consultoria ainda alertou para risco de geada no Paraná,
segundo produtor nacional do cereal após o Mato Grosso, na
semana que vem. O frio também deverá ser intenso no Mato Grosso
do Sul e em São Paulo, segundo a empresa.
A advertência foi feita após a FCStone ter reduzido em 4 por
cento a previsão de segunda safra 2017/18 do Brasil, para 60,5
milhões de toneladas na safra, em levantamento divulgado em 2 de
maio.
"No início de maio, as estimativas da INTL FCStone apontavam
para quebra de 21 por cento na safrinha de SP, 16 por cento no
MS e 15 por cento no Paraná, contudo, diante do clima desta
primeira quinzena (de maio) é quase certo que os números de
produção destes estados serão reduzidos novamente", disse o
Analista de Mercado da consultoria INTL FCStone, João Macedo, em
nota.

(Por Roberto Samora; edição de Luciano Costa)
(([email protected] 5511 5644 7751 Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation