Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

SÃO PAULO, 12 Mar (Reuters) – A exportação de soja do Brasil
somou 489,5 mil toneladas por dia nos sete primeiros dias úteis
deste mês, mais que o triplo do registrado na média diária de
fevereiro e um aumento de 25 por cento na comparação com março
do ano passado, evidenciando que a colheita de uma safra recorde
começa a chegar com mais força aos portos.
Os embarques nas primeiras duas semanas de março somaram 3,4
milhões de toneladas, ante um total de 2,86 milhões de toneladas
em fevereiro e 8,98 milhões de toneladas em março de 2017, de
acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do
governo brasileiro.
Até o momento, produtores do Brasil realizaram a colheita em
cerca de metade da área total de soja do maior exportador global
da oleaginosa, segundo especialistas.
Os maiores embarques foram registrados após a
comercialização dar um salto no último mês, com os preços em
alta devido a perdas pela seca na Argentina.
A comercialização de soja da safra 2017/18 de Mato Grosso,
maior produtor nacional, avançou para 61,62 por cento das 31,79
milhões de toneladas projetadas, informou nesta segunda-feira o
Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).
As exportações de farelo de soja do Brasil em março já somam
605 mil toneladas, ou mais da metade do total exportado em todo
o mesmo mês do ano passado, segundo dados da Secex.
Algumas consultorias mais otimistas estão estimando a safra
brasileira em mais de 117 milhões de toneladas, ante cerca de
114 milhões na temporada passada.

(Por Roberto Samora; edição de Marta Nogueira)
(([email protected] 5511 5644 7751 Reuters
Messaging: [email protected]))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia