Clicky

MetaTrader 728×90

Por Jonathan Cable
LONDRES, 23 Nov (Reuters) – O crescimento empresarial da
zona do euro está se fortalecendo conforme se aproxima o fim do
ano, mostrou nesta quinta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de
Compras (PMI, na sigla em inglês), sustentando a decisão do
Banco Central Europeu (BCE) no mês passado de anunciar a redução
de seu estímulo monetário.
Pesquisas sobre os setores de serviços e de indústria
superaram mesmo as estimativas mais otimistas em pesquisas da
Reuters, indicando que a expansão é generalizada, com as
indústrias registrando o segundo melhor índice na história do
indicador.
O PMI Composto do IHS Markit para a zona do euro saltou para
57,5 neste mês, nível mais alto desde abril de 2011 e superando
a estimativa de que repetiria a leitura de 56,0 de outubro.
Leitura acima de 50 indica crescimento.
"Achamos que havíamos alcançado um pico há alguns meses,
então isso é uma surpresa", disse Chris Williamson,
economista-chefe do IHS Markit.
O PMI do setor de serviços atingiu a máxima de seis meses de
56,2 ante 55,0 em outubro e contra expectativa de 55,1. Já o PMI
de indústria foi a 60,0, de 58,5 no mês anterior e expectativa
de 58,3.
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729))
REUTERS CMO


Assuntos desta notícia