Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

SÃO PAULO, 26 Mai (Reuters) – O Exército colocou na tarde
deste sábado um contingente de soldados à disposição para dar
apoio à Polícia Militar na segurança em torno da Refinaria Duque
de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro, para garantir a saída de
caminhões com combustíveis, segundo informações da Agência
Brasil.
Citando o porta-voz do Comando Militar do Leste (CML),
coronel Carlos Cinelli, a Agência informou que os soldados da
Polícia do Exército estão aquartelados no 15º BPM, em Duque de
Caxias, prontos para entrar em ação, caso necessário.
O número de manifestantes em frente a Reduc, ainda segundo a
reportagem, diminuiu na tarde deste sábado e os caminhões que
estavam estacionados no acostamento foram retirados, ainda pela
manhã, por ordem da Polícia Rodoviária Federal.
O diretor da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e
Biocombustível (ANP) Aurélio Amaral disse à Reuters que recebeu
informações de contato das distribuidoras de que o Exército está
começando operações e que algumas bases de distribuição da
região Norte foram liberadas. A situação na Região Sudeste, no
entanto, ainda estaria complicada.
As paralisação dos caminhoneiros contra a alta do diesel
entrou no sexto dia neste sábado, causando bloqueios de estradas
e problemas de abastecimento. Neste sábado, o governo disse que
vai começar a aplicar multas de 100 mil reais por hora parada
para as transportadoras que não voltarem à atividade após o
recente acordo.
Em comunicado, a ANP informou que a presença da agência nas
bases "assegura que somente em casos excepcionais não sairão os
caminhões" e faz a articulação com os órgãos de segurança
pública para assegurar o abastecimento.
Ainda segundo o comunicado, agentes de fiscalização estão na
base de distribuição em Duque de Caxias e os caminhões serão
escoltados pela Polícia Militar.

(Por Flavia Bohone; reportagem adicional de Rodrigo Viga Gaier,
no Rio de Janeiro
Edição de Raquel Stenzel)
(([email protected]; 55 11 5644-7727; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia