Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

WASHINGTON, 14 Mar (Reuters) – A administração de Donald
Trump está pressionando a China a reduzir o seu superávit
comercial com os Estados Unidos em 100 bilhões de dólares, disse
uma porta-voz da Casa Branca nesta quarta-feira, esclarecendo um
tuíte na semana passada do presidente norte-americano.
Na quarta-feira passada, Trump escreveu no Twitter que a
China foi convidada a desenvolver um plano para reduzir seu
desequilíbrio comercial com os Estados Unidos em 1 bilhão de
dólares, mas a porta-voz disse que Trump tinha a intenção de
dizer 100 bilhões de dólares.
A porta-voz da Casa Branca recusou-se a fornecer mais
detalhes sobre como o governo gostaria que a China atinja esse
objetivo –se o aumento das compras de produtos norte-americanos
como soja ou aeronaves seria suficiente, ou se quer que a China
faça grandes mudanças em suas políticas industriais, reduza os
subsídios às empresas estatais ou reduza ainda mais a capacidade
de aço e alumínio.
O pedido ocorre no momento em que a administração Trump
estaria preparando tarifas sobre as importações de tecnologia de
informação, telecomunicações e produtos de consumo de até 60
bilhões de dólares no âmbito de uma investigação dos EUA sobre
as práticas de propriedade intelectual da China.
Também não está claro se a redução solicitada de 100 bilhões
de dólares atendem às queixas dos EUA sobre as políticas de
investimento da China que efetivamente exigem que as empresas
norte-americanas transfiram tecnologia para parceiros de joint
venture chinesas para obter acesso ao mercado.

(Por David Shepardson)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia