Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Lisa Baertlein e Siddharth Cavale
30 Jan (Reuters) – A rede de fast food McDonald's
anunciou nesta terça-feira vendas robustas no quarto
trimestre nos Estados Unidos, impulsionadas por novas ofertas de
frango e itens mais baratos no cardápio, mas isso não foi
suficiente para saciar o crescente apetite de Wall Street por
crescimento.
Há três anos são altas as expectativas dos investidores em
uma recuperação liderada pelo presidente-executivo, Steve
Easterbrook. Sob seu comando, a empresa está recuperando
participação de rivais e conquistando clientes que haviam
migrado para cadeias como Panera Bread e Chipotle Mexican Grill
.
As ações do McDonald's caíam mais de 3 por cento nesta
terça-feira, cotadas a 172,15 dólares. Desde que Easterbrook
assumiu a liderança da rede em 1º de março de 2015, os papéis
acumularam alta de 80 por cento, superando o avanço de 36 por
cento do índice S&P 500.
As vendas em restaurantes dos EUA abertos há pelo menos 13
meses subiram 4,5 por cento no período, registrando o quarto
aumento trimestral consecutivo, de acordo com as estimativas de
analistas. As vendas na região foram impulsionadas pela maior
demanda por sua oferta combinada e bebidas baratas. Os Estados
Unidos são o maior mercado da marca em número de restaurantes,
receita e lucro operacional.
As vendas globais no conceito mesmas lojas aumentaram 5,5
por cento no quarto trimestre, conforme a rede atendeu mais
clientes em regiões como Canadá, Reino Unido e China. O
desempenho superou a alta de 5 por cento esperada por analistas,
"embora um pouco mais modesto que em trimestres anteriores",
disse em nota Sara Senatore, analista da Bernstein.
O lucro líquido trimestral caiu para 698,7 milhões de
dólares, de 1,19 bilhão de dólares um ano antes, em especial
devido a uma despesa líquida única de 700 milhões de dólares
relacionada à nova legislação tributária dos EUA.
Excluindo itens extraordinários, a empresa lucrou 1,71 dólar
por ação, superando a estimativa média dos analistas de 1,59
dólar, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.
A receita caiu 11,4 por cento no trimestre encerrado em
dezembro, para 5,3 bilhões de dólares, à medida que o McDonald's
aumentou as vendas de restaurantes para franqueados e parceiros
estratégicos.
(Por Lisa Baertlein e Siddharth Cavale)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447745))
REUTERS TH GM


Assuntos desta notícia