Clicky

Profitchart Pro 728×90

A Vale divulgou nesta quinta-feira o resultado de sua produção, que apesar dos desafios de 2016, conseguiu marcar recordes. Para o quarto trimestre e ao longo do ano, a mineradora brasileira obteve uma forte performance operacional importante nas produções de minério de ferro, pelotas, níquel, cobre, cobalto e ouro.

Minerais ferrosos – Minério de ferro

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

A produção anual atingiu recorde em 348,8 Mt1 em 2016, com a produção anual de Carajás de 148,1 Mt em 2016, ficando 18,6 Mt acima de 2015. Os embarques anuais de minério de ferro e pelotas de 318,4 Mt do Brasil e Argentina e de 21,7 Mt da Malásia em 2016, ficando 17,1 Mt e 7,5 Mt acima de 2015, respectivamente.

Os volumes blendados na Ásia totalizaram 41 Mt em 2016, comparados a 3 Mt em 2014 e 18 Mt em 2015. Outro recorde foi a produção trimestral em Carajás de 40,6 Mt, ficando 1,9 Mt acima do 3T16 e 4,1 Mt acima do 4T15.

Pelotas

A produção anual de 46,2 Mt em 2016, ficando em linha com 2015. A produção anual recorde na planta de Tubarão VIII de 7,2 Mt em 2016, ficando 0,6 Mt acima de 2015. Para a produção trimestral recorde2 de 12,6 Mt no 4T16, ficando 0,5 Mt acima do 3Q16.

Metais Básicos – Níquel

A produção anual também foi recorde de 311.000 t em 2016, ficando 20.000 t acima de 2015. Já a produção anual, novo recorde, em VNC de 34.300 t em 2016, ficando 17.400 t acima de 2015. Para a produção trimestral total, recorde, de 83.000 t, ficando 7.000 t acima do 3T16 e 300 t acima do 4T15.

Cobre

A produção anual marcou recorde de 453.100 t em 2016, ficando 29.300 t acima de 2015. A produção anual recorde em Salobo de 175.900 t em 2016, ficando 20.500 t acima de 2015. A produção trimestral total recorde de 122.500 t no 4T16, ficando 11.100 t acima do 3T16 e 10.000 t acima do 4T15.

A produção trimestral recorde em Sudbury de 32.200 t no 4T16, ficando 2.500 t acima do 3T16 e 900 t acima do 4T15. A produção trimestral recorde em Salobo de 49.800 t no 4T16, ficando 5.500 t acima do 3T16 e 7.800 t acima do 4T15.

Cobalto

Para a produção anual, o recorde foi conquistado com 5.799 t em 2015, ficando 1.266 t acima de 2015. Na trimestral, o recorde chegou a 1.600 t, ficando 112 t acima do 3T16, devido ao aumento da produção originada em Sudbury e Voisey’s Bay.

Ouro – como subproduto de níquel e concentrado de cobre

Para a produção anual de ouro, o recorde foi de 483.000 oz em 2016, ficando 62.000 oz acima de 2015. Na trimestral, outro recorde de produção, 137.000 oz no 4T16, ficando 18.000 oz acima do 3T16 e 19.000 oz acima do 4T15.

Carvão

A produção anual atingiu 7,2 Mt em 2016, ficando em linha com 2015. A produção anual recorde em Moatize de 5,5 Mt em 2016, ficando 0,5 Mt acima de 2015.
Na produção trimestral, o total de 1,7 Mt, ficando 0,6 Mt abaixo do 3T16, impactada negativamente pelo desinvestimento das operações de Carborough Downs em novembro de 20164 e por restrições no fornecimento de explosivos, que afetaram as operações de desmonte em Moçambique.

Quanto ao fornecimento de explosivos, foi restabelecido e o desempenho das operações melhorado continuamente desde então, com produção de 0,6 Mt em dezembro de 2016 e atingindo um recorde mensal de 0,8 Mt em janeiro de 2017.


Assuntos desta notícia