Clicky

MetaTrader 728×90

WASHINGTON, 17 Jan (Reuters) – A produção industrial dos
Estados Unidos cresceu mais que o esperado em dezembro com o
clima frio fora de época no fim do mês impulsionando a demanda
por aquecimento.
O Federal Reserve disse nesta quarta-feira que a produção
industrial saltou 0,9 por cento no mês passado, também empurrada
por ganhos robustos na mineração depois de uma queda revisada de
0,1 por cento nos dados de novembro.
Economistas ouvidos pela Reuters previam que a produção
industrial avançaria 0,4 por cento no mês passado, depois da
divulgação anterior de um aumento de 0,2 por cento em novembro.
A produção industrial cresceu a um ritmo anual de 8,2 por cento
no quatro trimestre, o maior ganho desde o segundo trimestre de
2010.
Em todo o ano de 2017, a produção industrial subiu 1,8 por
cento, o primeiro e maior crescimento desde 2014.
O setor industrial têm recebido o suporte de uma economia
global cada vez mais fortalecida e um dólar mais fraco, que está
ajudando a tornar as exportações dos EUA mais competitivas,
relativamente àquelas dos principais parceiros comerciais da
nação. Uma pesquisa no início desde mês mostrou uma aceleração
na atividade das fábricas em dezembro, com o registro de novos
pedidos em seu melhor resultado desde janeiro de 2004.
A produção mineral aumentou 1,6 por cento em meio a uma
recuperação na produção de óleo e gás. A produção de empresas
que prestam serviços públicos acelerou 5,6 por cento no mês
passado, depois de cair 3,1 por cento em novembro.
(Por Lucia Mutikani)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7757))
REUTERS ID CV


Assuntos desta notícia