Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Gertrude Chavez-Dreyfuss
NOVA YORK, 12 Abr (Reuters) – Os rendimentos das Treasuries
subiam nesta quinta-feira com o apetite por risco e as tensões
geopolíticas diminuindo depois que o presidente norte-americano
Donald Trump disse que um possível ataque à Síria pode não ser
iminente, contrariamente ao que ele sinalizou na quarta-feira.
Às 12:15 (horário de Brasília), os Treasuries de 10 anos
rendiam 2,8174 por cento, contra 2,79 por cento na
quarta-feira. Os títulos de dois anos rendiam 2,3357
por cento, ante 2,311 na sessão anterior. Enquanto as notas de
30 anos rendiam 3,0286 por cento, ante 3,005 por
cento.
Nas duas últimas sessões, o mercado de títulos dos EUA
compensou as manchetes políticas e internacionais alimentado
temporariamente por dados econômicos. Embora a tendência geral
para os rendimentos, que se movem inversamente aos preços,
permanecesse mais alta, os movimentos foram muito mais restritos
e contidos.
Referindo-se à sua ameaça à Síria em resposta a um suspeito
ataque de gás venenoso contra rebeldes, Trump tuitou nesta
quinta-feira: "Nunca disse quando um ataque à Síria aconteceria.
Pode ser em breve ou não tão cedo!"
O comentário dele fez com que o título de 10 anos dos EUA
alcançasse uma alta de uma semana, após um fraco leilão de
segurança na quarta-feira.
"Há menos preocupação imediata com ataques militares ou
ações na Síria", disse Jim Vogel, estrategista de taxa de juros
da FTN Financial.
Os rendimentos também foram impulsionados pelos dados que
mostram que os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA
caíram em 9 mil para 233 mil na semana encerrada em 7 de abril,
com ajuste sazonal, refletindo a melhoria contínua no mercado de
trabalho. Economistas consultados pela Reuters previam que os
pedidos de auxílio-desemprego cairiam para 230 mil na última
semana.

(Por Gertrude Chavez-Dreyfuss)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH ID

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation