Clicky

MetaTrader 728×90

Por Gertrude Chavez-Dreyfuss
NOVA YORK, 13 Jun (Reuters) – A rentabilidade dos Treasuries
tinha leve alta nesta quarta-feira, movimentando-se em
intervalos estreitos, antes do provável aumento dos juros pelo
banco central dos Estados Unidos.
Às 11h54 (horário de Brasília), os Treasuries de 10 anos
tinham rendimento de 2,9627 por cento, contra 2,957
por cento na quarta-feira.
O título de dois anos rendiam 2,5490 por cento,
ante 2,541 na sessão anterior e após atingir a máxima de três
semanas de 2,561 por cento mais cedo na sessão.
A diferença entre os rendimentos dos títulos de dois e de 10
anos chegou a cair para 39,8 pontos básicos nesta quarta-feira,
a menor desde ao menos março de 2010, segundo dados da Reuters.
Uma curva de rendimentos achatada sugere expectativas de
alta de juros nos EUA, impulsionando os vencimentos mais curtos.
Dados mostrando que os preços ao produtor nos EUA subiram
mais do que o esperado em maio tiveram pouco impacto no mercado
de títulos, disse Ian Lyngen, chefe de estratégia de juros do
BMO Capital Markets.
Os preços ao produtor avançaram 0,5 por cento no mês passado
com a alta nos preços da gasolina, de 0,1 por cento em abril.
"É dia de Fomc, então não estamos surpresos em ver que os
dados de inflação não mexeram nos preços no mercado de
Treasuries, afinal, é só o índice de preços ao produtor", disse
Lyngen.
Com a alta dos juros pelo Federam Reserve nesta quarta-feira
dada como certa, os investidores estão focados em como o banco
central dos EUA vai caracterizar sua política monetária à medida
que os custos dos empréstimos retornam a níveis mais normais em
meio à expansão econômica.

(Por Gertrude Chavez-Dreyfuss)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation