Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SEUL 13 Out (Reuters) – A Samsung Electronics
disse nesta sexta-feira que seu presidente-executivo e
vice-presidente do conselho, Kwon Oh-hyun planeja se afastar da
administração, aprofundando as preocupações sobre um vácuo de
liderança na gigante de tecnologia após o magnata do grupo, Jay
Y. Lee, ter sido preso por corrupção.
A decisão aconteceu no mesmo dia que a fabricante de
smartphones sul-coreana informou a previsão de lucro operacional
recorde no terceiro trimestre, apoiada pelo segmento de chips de
memória, setor no qual Kwon foi fundamental para a construção.
"O momento não faz sentido. A Samsung apresentou lucros
recordes, vai ser melhor no quarto e tudo foi conduzido pela
unidade de componentes de Kwon", disse o chefe da empresa de
pesquisas CEO Score, Park Ju-gun.
Em um comunicado, o executivo conhecido como "Sr. Chip",
disse que havia chegado o momento para "começar de novo, com
novo espírito e uma liderança jovem."
(Por Joyce Lee e Hyunjoo Jin)
((Tradução Redação São Paulo 56447764))
REUTERS NS FB


Assuntos desta notícia