Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Alex Lawler
LONDRES, 9 Jan (Reuters) – Os futuros do petróleo operavam
quase estáveis nesta terça-feira, depois de o Brent tocar mais
cedo o nível mais alto desde maio de 2015, em meio aos cortes de
produção liderados pela Opep e pela expectativa de que os
estoques norte-americanos tenham diminuído pela oitava semana
consecutiva.
O petróleo Brent subia 0,03 dólar, ou 0,04 por
cento, a 67,81 dólares por barril, às 9:17 (horário de
Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,17
dólar, ou 0,28 por cento, a 61,9 dólares por barril.
Mais cedo, o Brent chegou a superar os 68 dólares por
barril.
A Organização dos País Exportadores de Petróleo (Opep) e
aliados, incluindo a Rússia, estão segurando a oferta também em
2018, no segundo ano de restrição, para reduzir o excesso de
produção que tem pesado sobre os preços.
"Os preços do petróleo continuam em uma trajetória de alta",
disse Carsten Fritsch, analista do Commerzbank.
Em paralelo, relatórios de oferta nesta semana do Instituto
Americano do Petróleo (API, na sigla em inglês) e da
Administração de Informação de Energia do país devem mostrar um
recuo nas reservas nacionais da commodity para 4,1 milhões de
barris, na oitava semana de declínio.
(Reportagem adicional de Henning Gloystein, em Cingapura)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG RBS


Assuntos desta notícia