Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por David Gaffen
NOVA YORK, 10 Jan (Reuters) – Os preços do petróleo fecharam
em alta nesta quarta-feira e atingiram o maior nível em três ano
após dados do governo dos EUA mostrarem uma queda nos estoques e
na produção, apesar de um aumento nas reservas de combustíveis.
Os estoques de petróleo dos EUA caíram 4,9 milhões de barris
na semana passada, acima da previsão de declínio de 3,9 milhões,
mas os aumentos maiores do que o esperado de estoques de
combustíveis compensaram a redução, apontaram dados da
Administração de Informação de Energia (AIE).
O mercado também foi fortalecido levemente por dados que
mostram um declínio acentuado na produção dos EUA na semana
passada, que os analistas acreditam que pode ter sido resultado
de temperaturas frias extremas no país no começo do ano.
"O menor acúmulo de estoques de petróleo, combinado com as
fortes construções de estoques de produtos, é uma notícia
negativa para os preços. Mas os participantes do mercado também
podem usar a forte queda na produção como uma desculpa para
comprar", disse Carsten Fritsch, analista de petróleo do
Commerzbank AG em Frankfurt, na Alemanha.
O petróleo dos Estados Unidos (WTI) avançou 0,61
dólar, ou 0,97 por cento, a 63,57 dólares. No início da sessão,
os preços atingiram 63,67 dólares, o seu nível mais alto desde 9
de dezembro de 2014.
O petróleo Brent subiu 0,38 dólar, ou 0,55 por
cento, a 69,20 dólares. O índice de referência global tocou mais
cedo na sessão 69,37 dólares, valor mais alto desde maio de
2015.
(Reportagem adicional de Scott DiSavino, em Nova York, e
Libby George, em Londres)
((Tradução Redação Rio de Janeiro, 5521 2223-7104))
REUTERS MN JRG MPP


Assuntos desta notícia