Clicky

MetaTrader 728×90

Por Elias Glenn
PEQUIM, 17 Abr (Reuters) – Apesar de um primeiro trimestre
favorável, os economistas ainda esperam que o crescimento
econômico da China caia para 6,5 ??por cento neste ano, com uma
crise regulatória e uma crescente disputa comercial com os
Estados Unidos como os principais riscos, mostrou uma pesquisa
da Reuters.
A previsão para o ano todo, de acordo com 72 instituições
consultadas pela Reuters na semana passada, permaneceu
inalterada em relação à última previsão publicada em janeiro.
Desde a última pesquisa, a China registrou um crescimento de
6,9 por cento em 2017, enquanto as leituras para o início de
2018 foram em grande parte melhores do que o esperado, apesar
das campanhas para conter riscos ao sistema financeiro e reduzir
a poluição do ar.
Economistas aumentaram suas perspectivas de crescimento para
o primeiro trimestre de 6,7 por cento, ante 6,6 por cento na
pesquisa de janeiro, o que seria apenas marginalmente mais suave
do que o ritmo de 6,8 por cento nos dois trimestres anteriores.
O dado efetivo, entretanto, foi justamente uma alta de 6,8
por cento ante o primeiro trimestre do ano passado.
O governo manteve a meta econômica inalterada para este ano
em "cerca de 6,5 por cento", e os economistas a vêem dentro da
meta, com o crescimento desacelerando de um ponto alto no
primeiro trimestre.
O crescimento no ano que vem deverá esfriar ainda mais, para
6,3 por cento, de acordo com a pesquisa.
Apesar da expansão mais lenta, a maioria dos economistas
espera que a China mantenha sua política monetária praticamente
inalterada este ano.
Analistas esperam que o Banco do Povo da China mantenha sua
taxa básica de juros inalterada em 4,35 por cento até pelo menos
o final de 2019, mostrou a pesquisa da Reuters.
Os economistas também previram que a inflação anual ao
consumidor será de 2,3 por cento neste ano, inalterada em
relação à estimativa de janeiro. Essa taxa deve se manter até
2019, mostrou a pesquisa.

(Por Elias Glenn)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CV

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation