Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Camila Moreira
SÃO PAULO, 4 Jan (Reuters) – O presidente da Câmara dos
Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), recebe logo pela manhã para
uma reunião os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do
Planejamento, Dyogo Oliveira, nesta quinta-feira, dia em que os
mercados ficarão de olho ainda nas projeções de investimentos do
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
O café da manhã entre Maia e os ministros da área econômica
acontece no momento em que se aproxima a data para votação na
Câmara da reforma da Previdência, prevista para ocorrer logo
após o Carnaval.
No final do ano passado, Maia criticou Meirelles por não ter
citado expressamente a reforma da Previdência durante o programa
eleitoral de seu partido, o PSD.
Já a diretora do BNDES Marilene Ramos falará à imprensa à
tarde para fazer um balanço da atuação do banco em 2017 e
apresentar projeções de investimentos para 2018 e 2019.

Confira os principais indicadores econômicos brasileiros e
internacionais com divulgação prevista para esta quinta-feira.
Os prognósticos são de analistas ouvidos pela
Reuters.:

MetaTrader 300×250

Veja como estavam os principais mercados financeiros
externos às 8:24 desta quinta-feira:
. O índice MSCI da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão
tinha alta de 0,41 por cento, a 582 pontos.
. O futuro do norte-americano S&P 500 subia 0,15 por
cento, a 2.714 pontos.
. O índice FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,55 por
cento, a 1.541 pontos.
. Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 0,11
por cento, a 7.679 pontos.
. Em FRANKFURT, o índice DAX subia 1,04 por cento, a
13.112 pontos.
. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 0,88 por cento, a
5.378 pontos.
. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de
1,31 por cento, a 22.191 pontos.
. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava alta de 1,09
por cento, a 10.225 pontos.
. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizava-se 0,89 por
cento, a 5.587 pontos.
. O petróleo tipo Brent em Londres avançava 0,04 por
cento, a 67,87 dólares por barril.
. O petróleo em Nova York subia 0,36 por cento, a
61,85 dólares por barril.
. O euro tinha ganho de 0,26 por cento, a 1,2043
dólar.
. O índice do dólar sobre uma cesta de moedas perdia
0,17 por cento.

Veja como fecharam as bolsas asiáticas nesta quinta-feira:
. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 3,26 por cento,
a 23.506 pontos.
. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,57 por
cento, a 30.736 pontos.
. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,52 por cento, a
3.386 pontos.
. O índice CSI300 , que reúne as maiores companhias
listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,44 por cento, a 4.129
pontos.
. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de
0,80 por cento, a 2.466 pontos.
. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,44
por cento, a 10.848 pontos.
. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se
1,06 por cento, a 3.501 pontos.
. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,11 por
cento, a 6.077 pontos.

Veja como fecharam os principais mercados financeiros na
quarta-feira:
CÂMBIO
O dólar recuou nesta quarta-feira, pelo segundo pregão
consecutivo e indo abaixo de 3,25 reais, sintonizado com a
trajetória da moeda norte-americana no exterior em dia de agenda
doméstica esvaziada.
. Dólar/Real : -0,73%, a 3,2364 reais na venda;

BOVESPA
O principal índice da bolsa paulista fechou em alta nesta
quarta-feira, encostando nos 78 mil pontos pela primeira vez,
após engatar o oitavo pregão seguido no azul, com a manutenção
do bom humor no exterior e em torno da política
local.
. Ibovespa : +0,13%, a 77.995 pontos;
. Volume financeiro: R$8,6 bi.
. Índice dos principais ADRs brasileiros : %, a
pontos.
Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em
Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

BOLSAS DOS EUA
O índice S&P 500 superou os 2.700 pontos pela primeira vez
nesta quarta-feira e outros índices atingiram recorde de alta no
fechamento com ganhos de ações de tecnologia depois de sinais de
um crescimento econômico robusto.
. Dow Jones : +0,4%, a 24.922 pontos;
. Standard & Poor's 500 : +0,64%, a 2.713 pontos;
. Nasdaq : +0,84%, a 7.065 pontos;

JUROS
As taxas dos contratos futuros de juros fecharam com leves
baixas nesta quarta-feira, com os investidores ampliando as
apostas de que o Banco Central pode cortar ainda mais os juros
básicos neste ano em meio ao cenário inflacionário bastante
positivo.

mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (p.p.)
(%)
APR8 6,725 6,735 -0,01
JAN9 6,775 6,805 -0,03
JAN0 7,92 7,93 -0,01
JAN21 8,85 8,88 -0,03
JAN23 9,75 9,8 -0,05

DÍVIDA
. Treasuries de 10 anos : rendimento em queda a
2,4471%, ante 2,465% no dia anterior;
. Global 26 : rendimento em alta a 4,2934%,
ante 4,277% no dia anterior.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de
notícias da Reuters pelo código PAN/SA )

(Edição de Pedro Fonseca)
(([email protected]; 55 11 5644-7729; Reuters
Messaging: [email protected]))


Assuntos desta notícia