Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Camila Moreira
SÃO PAULO, 5 Jan (Reuters) – Os mercados aguardam nesta
sexta-feira a divulgação do relatório de emprego nos Estados
Unidos em meio a sinais de fortalecimento da economia do país,
enquanto no cenário nacional a cena política concentra as
atenções.
O Departamento do Trabalho divulgará o relatório às 11h30
(horário de Brasília) desta sexta-feira, e a expectativa é de
que mostre criação de 190 mil vagas de trabalho em dezembro, de
acordo com pesquisa da Reuters junto a economistas, após
abertura de 228 mil em novembro.
Apesar da esperada moderação, a criação de vagas ainda
ficará acima da média mensal de 170 mil vista ao longo dos
últimos três meses, o que pode abrir caminho para que o Federal
Reserve aumente a taxa de juros em março.
Já no front nacional o foco dos investidores retorna às
articulações do governo para aprovar a reforma da Previdência,
que tem sua primeira votação no Congresso marcada para
fevereiro.
Na véspera, o ministro da secretaria de Governo, Carlos
Marun, disse em entrevista à Reuters que ainda faltam 50 votos
para aprovar a Previdência na Câmara, mas que o governo conta
com o apoio da população à proposta para convencer
parlamentares.
Também na quinta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia
(DEM-RJ), afirmou à Reuters que é "inevitável" flexibilizar a
regra de ouro das contas públicas porque não será possível
cumpri-la em 2019. Prevista na Constituição, a regra de ouro
proíbe que o governo faça operações de crédito (empréstimos)
para bancar despesas correntes, como é o caso de custeio da
máquina pública.
Os mercados também permanecem atentos ao julgamento do
ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em segunda instância no
fim deste mês. O PT informou na quinta que reunirá sua Executiva
Nacional no dia 25 de janeiro, um dia após o julgamento, para
confirmar a candidatura dele ao Palácio do Planalto nas eleições
de outubro.

Confira os principais indicadores econômicos brasileiros e
internacionais com divulgação prevista para esta sexta-feira. Os
prognósticos são de analistas ouvidos pela Reuters.:

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Veja como estavam os principais mercados financeiros
externos às 8:28 desta sexta-feira:
. O índice MSCI da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão
tinha alta de 0,57 por cento, a 586 pontos.
. O futuro do norte-americano S&P 500 subia 0,28 por
cento, a 2.731 pontos.
. O índice FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,63 por
cento, a 1.557 pontos.
. Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 0,29
por cento, a 7.717 pontos.
. Em FRANKFURT, o índice DAX subia 1,05 por cento, a
13.305 pontos.
. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 0,83 por cento,
a 5.458 pontos.
. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha valorização de
0,87 por cento, a 22.706 pontos.
. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava alta de 0,59
por cento, a 10.374 pontos.
. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizava-se 0,16 por
cento, a 5.631 pontos.
. O petróleo tipo Brent em Londres recuava 0,79 por
cento, a 67,53 dólares por barril.
. O petróleo em Nova York caía 0,89 por cento, a
61,46 dólares por barril.
. O euro tinha perda de 0,19 por cento, a 1,2044
dólar.
. O índice do dólar sobre uma cesta de moedas ganhava
0,23 por cento.

Veja como fecharam as bolsas asiáticas nesta sexta-feira:
. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,89 por cento,
a 23.714 pontos.
. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,25 por
cento, a 30.814 pontos.
. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,20 por cento, a
3.392 pontos.
. O índice CSI300 , que reúne as maiores companhias
listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,25 por cento, a 4.139
pontos.
. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,26
por cento, a 2.497 pontos.
. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,29
por cento, a 10.879 pontos.
. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES
desvalorizou-se 0,33 por cento, a 3.489 pontos.
. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,74 por
cento, a 6.122 pontos.

Veja como fecharam os principais mercados financeiros na
quinta-feira:
CÂMBIO
O dólar fechou em leve queda frente ao real nesta
quinta-feira, mantendo o movimento nos dois pregões anteriores,
e próximo de 3,20 reais, acompanhando a cena externa e com
investidores de olho nos esforços do governo do presidente
Michel Temer para aprovar a reforma da Previdência no próximo
mês.
. Dólar/Real : -0,08%, a 3,2339 reais na venda;

BOVESPA
O principal índice da bolsa paulista fechou em alta pelo
nono pregão seguido nesta quinta-feira, chegando a romper o
patamar dos 79 mil pontos e renovando máximas históricas
intradia e de fechamento, diante da manutenção do bom humor com
o cenário externo e com a política local.
. Ibovespa : +0,84%, a 78.647 pontos;
. Volume financeiro: R$9,56 bi.
. Índice dos principais ADRs brasileiros : %, a
pontos.
Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em
Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

BOLSAS DOS EUA
O índice Dow Jones superou os 25.000 pontos pela
primeira vez nesta quinta-feira e outros índices acionários
fecharam outra vez com recordes, impulsionados por fortes dados
econômicos globais que estenderam o rali do ano
novo.
. Dow Jones : +0,61%, a 25.075 pontos;
. Standard & Poor's 500 : +0,402866%, a 2.723 pontos;
. Nasdaq : +0,18%, a 7.077 pontos;

JUROS
As taxas dos contratos futuros de juros fecharam a
quinta-feira com leves oscilações, com alguns movimentos de
correção após registrarem fortes recuos recentemente em meio ao
maior otimismo nos mercados.

mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (p.p.)
(%)
APR8 6,723 6,725 -0,002
JAN9 6,77 6,775 -0,005
JAN0 7,93 7,92 0,01
JAN21 8,83 8,85 -0,02
JAN23 9,76 9,75 0,01

DÍVIDA
. Treasuries de 10 anos : rendimento em alta a
2,4543%, ante 2,445% no dia anterior;
. Global 26 : rendimento em queda a 4,2243%,
ante 4,293% no dia anterior.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de
notícias da Reuters pelo código PAN/SA )

(Edição de Pedro Fonseca)
(([email protected]; 55 11 5644-7729; Reuters
Messaging: [email protected]))


Assuntos desta notícia