Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

A Marfrig Global Foods, uma das maiores companhias globais de alimentos à base de proteína animal, apresentou hoje à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) seu resultado fiscal do terceiro trimestre de 2017.

No período, a companhia – formada pelas divisões de negócios Beef e Keystone – registrou melhoria nos seus indicadores financeiros. A receita líquida total atingiu R$4,8 bilhões, um crescimento de 11% em relação ao terceiro trimestre de 2016. O lucro bruto consolidado foi de R$ 628 milhões – 29% superior ao registrado no ano anterior. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) ajustado do trimestre chegou a R$490 milhões – crescimento – em bases anuais – de 41%. A alavancagem, medida pela relação entre dívida líquida e Ebitda ajustado dos últimos 12 meses e também pelo Ebitda ajustado do trimestre anualizado, caiu para 4,36x e 3,59x respectivamente. O avanço nos resultados ocorreu nas duas divisões de negócios da Marfrig Global Foods.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Divisão Beef – Execução Eficiente da Estratégia de Expansão

Na Divisão Beef, é fruto da execução eficiente da estratégia de antecipar e acelerar a expansão da capacidade de produção. Graças ao aumento da oferta de bovinos e ao aquecimento dos mercados doméstico e internacional – a companhia reabriu unidades que haviam sido temporariamente desativadas, conforme comunicados anteriores. Com isso, a Marfrig voltou aos patamares de produção registrados em 2014. Ao final do terceiro trimestre, o volume de abates atingiu 250.000 cabeças por mês.

A Divisão Beef registrou uma receita líquida de R$2,6 bilhões no terceiro trimestre deste ano – crescimento de 22% em relação ao mesmo período de 2016. No comparativo anual houve crescimento nas exportações e no mercado interno na categoria “carne in natura”: 98% de expansão nas exportações e crescimento de 5,5% no mercado interno.

O aumento da produção no trimestre ocorreu sem que houvesse elevação das despesas. As despesas com vendas, gerais e administrativas no período foram de R$ 195 milhões – uma redução de R$8 milhões em relação ao terceiro trimestre de 2016.

“A conjunção de aumento da produção e volume de vendas demonstra a eficiência e eficácia da execução da estratégia traçada”, diz Martin Secco, CEO da Marfrig Global Foods. “O crescimento da produção, no nosso caso, foi acompanhado de diluição dos custos e aumento de margens.” Entre o terceiro trimestre de 2016 e o terceiro trimestre deste ano, a margem do Ebitda ajustado da divisão Beef passou de 7% para 9,5%.

Divisão Keystone – Performance Consistente e Novo Ebitda Recorde

A Divisão Keystone, uma das maiores companhias globais de alimentos processados à base de proteína animal e fornecedora das principais redes internacionais de fast-food e foodservice, registrou mais um trimestre de resultados ascendentes. O Ebitda ajustado bateu recorde pela terceira vez consecutiva, atingindo US$77 milhões (R$ 244 milhões), um aumento de 25% em relação ao mesmo período de 2016.

No período, a receita líquida da Keystone foi de R$2,3 bilhões – equivalente a 47% do faturamento total líquido da Marfrig Global Foods. O crescimento anual – na comparação trimestre a trimestre – foi de 4%, impulsionado principalmente pelos mercados da APMEA – Ásia, Pacífico, Oriente Médio e África –, cuja expansão dos volumes chegou a 17%.

O setor de non-commercial foodservice, representado por escolas, hospitais e serviços de alimentação em massa, tem criado grandes oportunidades de expansão dos negócios na China. Dessa forma, a companhia se consolida como fornecedor estratégico de alguns dos maiores clientes globais do setor de alimentação.

“Graças à eficiência na operação associada ao seu modelo de negócio focado em valor agregado, o lucro bruto no terceiro trimestre deste ano atingiu R$248 milhões, crescimento de 28% em relação ao mesmo período de 2016”, diz a companhia em comunicado.

Investimentos nas Duas Divisões

A Marfrig investiu R$281 milhões neste terceiro trimestre, de um total de R$577 milhões aportados pela companhia nos primeiros nove meses do ano. Os principais focos de investimento foram o aumento da capacidade de produção da Keystone, com a inauguração de nova fábrica na Tailândia e expansão de linha de produtos de valor agregado na Malásia, e a reabertura de unidades de abate no Brasil, realizada pela divisão Beef.


Assuntos desta notícia

Join the Conversation