Clicky

MetaTrader 728×90

Por Akankshita Mukhopadhyay
8 Dez (Reuters) – A Teva Pharmaceutical Industries
está considerando cortar até 10 mil postos de trabalho para
reduzir de 1,5 bilhão a 2 bilhões de dólares em custos nos
próximos dois anos, informou a Bloomberg, citando pessoas
familiarizadas com o assunto.
A Teva é farmacêutica israelense que tem 57 mil funcionários
no mundo, incluindo no Brasil, e dívida de 35 bilhões de
dólares.
Nenhuma decisão final foi tomada e os volumes de demissão
podem ser modificados, com uma variação de 5 a 10 mil cortes
sendo discutidos, informou a Bloomberg.
O site israelense de notícias financeiras Calcalist havia
relatado há duas semanas que a farmacêutica enviaria cartas de
demissão para funcionários nos Estados Unidos.
"Nós não comentamos rumores de mercado", disse a porta-voz
da Teva, Denise Bradley.
A dívida da companhia avançou com a aquisição por 40,5
bilhões de dólares do negócio de medicamentos genéricos da
Allergan , em 2016.
(Por Akankshita Mukhopadhyay)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447745))
REUTERS TH AAJ


Assuntos desta notícia