Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 29 Jan (Reuters) – A consultoria imobiliária
Engenbanc Real Estate passará a operar sob o nome de NAI Brazil
após se associar ao quinto maior grupo de corretagem de imóveis
do mundo, a NAI Global, em uma parceria que deve permitir à
companhia brasileira dobrar de tamanho em um prazo de três anos.
"Embora tenhamos passado pela pior crise da economia e do
mercado imobiliário, o fundo do poço ficou para trás e já vemos
recuperação, então nada mais oportuno que a quinta maior do
mundo se associar com a quinta maior do Brasil", disse à Reuters
nesta segunda-feira o presidente da NAI Brazil, Marcelo da Costa
Santos.
Antes da associação, Santos já liderava as operações da
Engebanc Real Estate, do grupo Engebanc Engenharia, atuando no
gerenciamento e supervisão de projetos, além de fazer avaliações
de propriedades, tendo entre os clientes empresas como Petrobras
, grandes bancos e redes de varejo.
Em 2017, disse o executivo, a Engebanc foi líder em galpões
logísticos e industriais, negociando 137 mil metros quadrados, o
equivalente a uma participação de mercado de 13 por cento,
gerando 150 milhões de reais em contratos de locação e quase 200
milhões de reais em transações de venda.
Em dois anos e meio, a empresa firmou 70 negócios de venda e
locação de escritórios, com 500 avaliações de cerca de 4 milhões
de metros quadrados. "Já tínhamos uma penetração com os maiores
nomes, mas trazemos a eles agora um acesso diferenciado ao
mercado lá fora", comentou Santos.
A NAI Global opera América do Norte, América Latina, Europa,
África e Ásia-pacífico, com mais de 400 escritórios e 7 mil
profissionais globalmente. A empresa gerencia mais de 40 milhões
de metros quadrados de propriedades, atingindo mais de 20
bilhões de dólares em transações imobiliárias comerciais por ano
no mundo inteiro.
Já a Engebanc Engenharia está presente em 25 cidades e 16
Estados do Brasil, tendo concluído mais de 250 mil laudos de
avaliação desde que iniciou as atividades no país. "No momento
são mais de 800 obras em gestão no Brasil", comentou Santos.

(Por Gabriela Mello, edição Alberto Alerigi Jr.)
(([email protected]; 551156447553; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia