Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

LONDRES, 21 Nov (Reuters) – A companhia aérea europeia de
baixo custo easyJet disse nesta terça-feira que os
níveis tarifários na Europa devem subir neste inverno no
Hemisfério Norte, depois que a empresa se beneficiou de
problemas de rivais para registrar número recorde de passageiros
no último ano, levando a CEO dizer que estava deixando a
companhia aérea em boa forma.
Na última divulgação de resultados sob comando da
presidente-executiva Carolyn McCall, a easyJet apresentou
números recordes de passageiros após alguns meses tumultuados
para o setor aéreo europeu, com as empresas Monarch, Air Berlin
e Alitalia entrando em recuperação judicial este ano.
A EasyJet disse que a resultante redução da capacidade no
mercado, também devido a uma onda de cancelamentos na rival
Ryanair , estava ajudando a sustentar os preços. A
companhia disse que agora espera que o crescimento da receita
por assento nos últimos três meses de 2017 seja de um dígito
baixo ou médio.
McCall disse que o foco da easyJet nos custos ajudou a
colocar a empresa aérea em "uma vantagem estratégica durante um
período em que falências aconteceram e algumas companhias têm
enfrentado dificuldades operacionais".
Analistas esperam que seu sucessor, Johan Lundgren,
ex-presidente-executivo da TUI mantenha um forte
controle sobre os custos quando assumir a empresa em 1º de
dezembro.
O lucro antes de impostos para o ano encerrado em 30 de
setembro foi de 408 milhões de libras, dentro da faixa da
easyJet de 405 milhões a 410 milhões de libras.
(Por Alistair Smout)
((Tradução Redação São Paulo 56447764))
REUTERS NS RBS


Assuntos desta notícia