Clicky

MetaTrader 728×90

Por Richard Leong
NOVA YORK, 13 Abr (Reuters) – A curva de rendimento dos
Treasuries dos Estados Unidos rondava o patamar mais baixo em
mais de uma década nesta sexta-feira, uma vez que os rendimentos
de curto prazo subiram mais do que os de longo prazo nesta
semana devido a expectativas de mais altas da taxa de juros
pelo Federal Reserve.
Às 10:44 (horário de Brasília), a diferença de rendimento
entre os Treasuries de dois e 10 anos se achatou
em 1 ponto básico, para 48,20 pontos básicos. Ela havia atingido
45,7 pontos básicos na quarta-feira, nível mais baixo desde
setembro de 2007, de acordo com dados da Reuters.
A ata da última reunião de política monetária do banco
central dos EUA, divulgada na quarta-feira, mostrou que a
maioria das autoridades do Fed estava confiante de que a
inflação está caminhando para a meta de 2 por cento, à medida
que a economia melhora.
O presidente do Fed de Boston, Eric Rosengren, disse nesta
sexta-feira que o banco central provavelmente precisará elevar a
taxa de juros mais três vezes em 2018 em resposta a uma economia
robusta, após um aumento de 0,25 ponto percentual em março.
"O Fed parece estar preparado para manter a pressão firme na
linha de frente", escreveram os estrategistas do Wells Fargo
Securities em uma nota, acrescentando esperar que o spread entre
os rendimentos de dois e 10 anos se reduza para 20 a 25 pontos
básicos até o fim do ano.
Alguns analistas disseram que o rendimento da curva pode
acabar se invertendo se a curva achatar ainda mais. Quando os
rendimentos de curto prazo superam os de longo prazo, esse
fenômeno de mercado tem sido um indicador confiável de recessão
nos EUA.
"Se isso (uma inversão de curva) acontecer, os investidores
devem levar a curva muito a sério e ignorar o ceticismo do Fed",
escreveu Ruslan Bikbov, analista do Citi, em nota nesta semana.
Os Treasuries de 10 anos tinham rendimento de
2,8230 por cento, contra 2,834 por cento na quinta-feira. Os
títulos de dois anos rendiam 2,3566 por cento, ante
2,348 na sessão anterior.
(Por Richard Leong)
((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO

<^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
U.S. yield curve flattest in a decade http://reut.rs/2CkkWKx
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^>

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation