Clicky

MetaTrader 728×90

14 Fev (Reuters) – A Bunge registrou prejuízo no
quarto trimestre de 2017, ante lucro em igual período do ano
anterior, prejudicada por mudanças em leis tributárias e margens
menores em seu negócio de grãos.
A Bunge e outros gigantes agrícolas, incluindo Archer
Daniels Midland (ADM) e Cargill CARG.UL , vêm tentando
diversificar suas operações para setores com margens mais altas,
como ingredientes alimentares e aquicultura, diante da queda nos
preços dos grãos.
A Bunge disse que as vendas em seu segmento de agronegócios,
o maior gerador de receita da empresa, caiu 3,5 por cento no
trimestre, para 7,90 bilhões de dólares, apesar de maiores
volumes comercializados.
A Bunge, sujeita a uma oferta de aquisição pela rival ADM,
disse que o prejuízo líquido atribuível aos acionistas foi de 69
milhões de dólares, ou 0,48 dólar por ação, no trimestre
encerrado em 31 de dezembro. No ano anterior, havia registrado
lucro de 262 milhões de dólares, ou 1,82 dólar por ação.
A empresa relatou encargos de 66 milhões de dólares devido
às mudanças na lei tributária nos Estados Unidos e na Argentina.
As vendas líquidas caíram 1,6 por cento, para 11,61 bilhões
de dólares.
Separadamente, a empresa holandesa de ingredientes
alimentares, Corbion CORB.AS disse na quarta-feira que está em
negociações para comprar participação de 49,9 por cento da Bunge
em sua joint venture de óleos renováveis do Brasil.
(Por Anirban Paul, em Bangalore)
((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))
REUTERS JRG RBS


Assuntos desta notícia

Join the Conversation