Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

SÃO PAULO, 12 Mar (Reuters) – A BRF está
concedendo férias coletivas a partir desta segunda-feira para
seus mais de mil funcionários da unidade de Mineiros (GO), o
que, segundo a empresa, já estava planejado e ocorre em razão de
mudanças na fábrica, não por causa da operação Carne Fraca.
"As férias coletivas na unidade de Mineiros estavam
planejadas desde o final do ano passado. Os colaboradores, o
sindicato da categoria e o Ministério Público foram devidamente
informados com antecedência – entre janeiro e fevereiro",
afirmou a companhia de alimentos em nota.
A unidade foi uma das fábricas da BRF envolvidas na semana
passada em nova fase da operação Carne Fraca da Polícia Federal,
que investiga irregularidades na análise sanitária de produtos
alimentícios
A planta teve as operações suspensas pelo Ministério da
Agricultura para destinos onde são exigidos requisitos
sanitários específicos de controle e tipificação da bactéria
Salmonella spp, entre eles União Europeia.
De acordo coma BRF, as férias, de 30 dias, serão para 497
colaboradores da linha de produção de perus, a partir desta
segunda-feira. "O motivo é uma readequação de layout."
Outros 623 colaboradores da linha de frangos saem por dez
dias, mediante compensação, informou a companhia. "O motivo é
que a área passará por uma adaptação para ampliar a capacidade
da linha de corte", disse a empresa.
Na semana passada, a Confederação Nacional dos Trabalhadores
nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA) disse que
protocolou no Ministério do Trabalho pedido para uma audiência
com representantes da pasta e da BRF buscando a garantia do
emprego dos trabalhadores da companhia.

(Por Paula Arend Laier
Edição de Raquel Stenzel)
(([email protected]; +55 11 5644 7764; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia