Clicky

MetaTrader 728×90

Por Paula Arend Laier
SÃO PAULO, 9 Mai (Reuters) – O principal índice de ações da
B3 avançava nesta quarta-feira, guiado pelas ações da Petrobras
diante da alta do petróleo no exterior, tendo no radar nova
bateria de resultados, com Gerdau subindo cerca de 5
por cento após resultado do primeiro trimestre considerado forte
por analistas.
Às 12:33, o Ibovespa subia 0,68 por cento, a 83.521
pontos. O volume financeiro era de 5,1 bilhões de reais.
No exterior, os preços do petróleo avançavam ao redor de 2,5
por cento, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald
Trump, saiu de um acordo nuclear com o Irã e anunciou sanções de
"mais alto nível" contra o integrante da Organização de Países
Exportadores de Petróleo (Opep).
"O Ibovespa hoje está sendo sustentado pela Petrobras,
reflexo do resultado ainda, além da alta do petróleo e possível
desinvestimento", disse o gestor Marco Tulli Siqueira, da mesa
de operações de Bovespa da Coinvalores.
Ele também destacou como positivo para o mercado acionário
declarações do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, na
noite da véspera, que foram interpretadas por agentes
financeiros como indicação de que Comitê de Política Monetária
(Copom) deve cortar os juros na próxima semana.

DESTAQUES
– GERDAU PN subia 4,29 por cento, após resultado
do primeiro trimestre, com lucro líquido ajustado de 451 milhões
de reais, ante prejuízo de 34 milhões no mesmo período do ano
passado. "Um começo de ano surpreendente", escreveram os
analistas do Credit Suisse.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

– MARFRIG tinha elevação de 7,3 por cento, tendo
no radar notícia da agência Bloomberg, citando fontes, de que
Tyson Foods, Cargill e Fosun International demonstraram
interesse em uma potencial aquisição da Keystone Foods. Ainda de
acordo com a reportagem, a Marfrig planeja vender a unidade e
levantar mais de 3 bilhões de dólares.

– PETROBRAS ON e PETROBRAS PN subiam
6,3 e 4,1 por cento, respectivamente, ainda sob efeito da
avaliação positiva do resultado trimestral e tendo suporte na
forte alta dos preços do petróleo no exterio . A
companhia também anunciou início das negociações com a empresa
Acron, com exclusividade por 90 dias, referente ao processo de
desinvestimento no setor de fertilizantes.

– TIM caía 10,35 por cento, após atingir cotação
recorde intradia de 16,22 reais mais cedo em meio à repercussão
positiva do balanço do primeiro trimestre, com lucro líquido de
250 milhões de reais, alta de 89,1 por cento ante o mesmo
período de 2017, além de anúncio de remuneração a acionistas.
Operadores citaram alguma realização de lucros e também
pagamento de royalties para Telecom Italia como fatores para a
piora dos papéis.

– GOL PN perdia 5,34 por cento, também
abandonando os ganhos do começo da sessão, apesar de avaliação
positiva de analistas para o resultado do primeiro trimestre. O
recuo refletia a alta dos preços do petróleo, uma vez o
principal custo para as companhias aéreas é o combustível, e
também o fortalecimendo do dólar ante o real .

– AMBEV caía 1,29 por cento, em meio à divulgação
do balanço do primeiro trimestre, com lucro líquido de 2,598
bilhões de reais. A equipe do BTG Pactual disse que, em uma
primeira leitura, o resultado foi fraco, apontando como destaque
negativo os volumes de cerveja no Brasil.

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

(Edição de Raquel Stenzel)
(([email protected]; +55 11 5644 7764; Reuters
Messaging: [email protected]))


Assuntos desta notícia

Join the Conversation