Clicky

MetaTrader 728×90

Por Paula Arend Laier
SÃO PAULO, 12 Mar (Reuters) – O principal índice de ações da
B3 avançava na manhã desta segunda-feira, acompanhando o
desempenho de bolsas no exterior, com as ações da Fibria
liderando as altas em meio a expectativas
relacionadas à atividade de fusão e aquisição.
Às 11:17, o Ibovespa subia 0,53 por cento, a 86.829
pontos. O volume financeiro somava 1,8 bilhão de reais.
Em nota a clientes, a Guide Investimentos destacou que os
mercados internacionais vivem momentos favoráveis, animados por
bons dados de crescimento e sem pressões inflacionárias claras
no curto prazo.
Na Europa, o índice FTSEurofirst 300 subia 0,33 por
cento. Em Wall Street, o S&P 500 avançava 0,24 por cento.

DESTAQUES
– FIBRIA avançava 3,54 por cento, tendo renovado
máxima histórica intradia no melhor momento, após notícias de
que a Paper Excellence apresentou proposta pela companhia. De
acordo com fontes ouvidas pela Reuters, a oferta avaliou a
Fibria em 40 bilhões de reais. SUZANO PAPEL E CELULOSE
, que está em tratativas com a Fibria para a união das
operações, cedia 2,46 por cento.

MetaTrader 300×250

– JBS ON subia 2,35 por cento, engatando nova
sessão de recuperação, e quase zerando as perdas acumuladas no
mês. BRF ON também tinha uma sessão positiva, em alta
de 1 por cento. A BRF deu férias coletivas para funcionários de
unidade de Mineiros a partir desta segunda-feira.

– SMILES ON valorizava-se 1,68 por cento, após
seis pregões em queda, em que perdeu quase 19 por cento, em
razão no corte de dividendos. Em relatório nesta segunda-feira,
analistas do Morgan Stanley reiteraram classificação
'outperform' para a companhia, avaliando que a empresa tem
histórico favorável e que o anúncio sobre dividendos deve ser
único.

– CSN ON ganhava 1,23 por cento, recuperando-se
de perdas na semana passada, quando pesaram sobre o papel
decisão do governo norte-americano de sobretaxas importações de
aço e alumínio. USIMINAS PNA avançava 1,12 por cento.

– PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam
0,18 e 0,29 por cento, respectivamente, apesar da queda nos
preços do petróleo no mercado externo. Em relatório a clientes,
analistas do Credit Suisse avaliam que a companhia pode
surpreender positivamente os investidores na divulgação do
resultado do quarto trimestre e de 2017 previsto para esta
semana.

– ELETROPAULO ON , que não está no Ibovespa, tinha
alta de 2,65 por cento, após o conselho de administração da
ELETROBRAS aprovar acordo sobre dívida entre as
empresas. A Eletropaulo pagará à estatal 1,4 bilhão de reais
para quitar dívida de processo judicial. ELETROBRAS
subia 1,34 por cento e ELETOBRAS PNB avançava 1,60
por cento.

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

(Por Paula Arend Laier
Edição de Raquel Stenzel)
(([email protected]; +55 11 5644 7764; Reuters
Messaging: [email protected]))


Assuntos desta notícia