Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Helen Reid e Julien Ponthus
LONDRES, 13 Mar (Reuters) – Os mercados acionários europeus
fecharam em queda nesta terça-feira uma vez que o euro avançou
diante das perdas do dólar após o presidente dos Estados Unidos,
Donald Trump, demitir o secretário de Estado, Rex Tillerson.
O índice FTSEurofirst 300 caiu 1 por cento, a 1.468
pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu
0,98 por cento, a 375 pontos.
O índice alemão DAX e seus componentes voltados
para exportação foram os mais afetados, em queda de 1,6 por
cento.
A moeda da zona do euro, em alta que tipicamente afeta as
blue-chips europeias, avançou cerca de 0,5 por cento contra o
dólar nesta terça-feira.
"Há o efeito Tillerson e há o efeito euro/dólar", disse o
operador da Oddo Securities Mikael Jacoby, destacando que os
investidores provavelmente viram a saída de Tillerson como um
bom motivo para realizar lucros após seis dias de ganhos.
A saída de Gary Cohn do cargo de assessor econômico do
presidente dos EUA, Donald Trump, e preocupações com uma
possível guerra comercial global já haviam agitado os mercados
financeiros globais.
O setor de serviços públicos recuou 0,25 por cento, com as
perdas limitadas pela demanda pelas alemãs RWE e E.ON
, no momento em que elas planejam dividir os ativos da
elétrica Innogy .
Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,05 por
cento, a 7.138 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,59 por cento, a
12.221 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,64 por cento, a
5.242 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de
0,32 por cento, a 22.690 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,37
por cento, a 9.691 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,23 por
cento, a 5.425 pontos.

((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447509))
REUTERS TH CMO CV

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia